Campanha educativa equivocada da EPTC incentiva o desrespeito

CAyYT9hWwAIXFrW.jpg:large

Uma campanha educativa publicada no Twitter da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) nesta segunda-feira pode estar incentivando motoristas a desrespeitar os ciclistas. A campanha tem o intuito de reforçar o artigo 201 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) que obriga motoristas a passarem no mínimo a 1,5m de distância do ciclista.

A peça contém o texto “O motorista deve sempre respeitar a distância mínima de 1,5m do ciclista”, entretanto a imagem que acompanha a figura mostra um ciclista pedalando próximo ao meio-fio e um carro ultrapassando-o com as duas rodas dentro da mesma faixa que o ciclista. O problema é que uma bicicleta tem largura média de 60cm,  enquanto que a largura de um carro é de dois metros. Ou seja, para que um carro consiga ultrapassar uma bicicleta e manter-se na mesma faixa é preciso que a faixa tenha no mínimo 4,10m de largura (2m do carro + 1,5m da distância obrigatória + 60cm do guidom da bicicleta). Na verdade a largura mais freqüente nas faixas das ruas de Porto Alegre gira em torno de 3,5m. Ou seja a máxima distância que o motorista conseguiria manter do ciclista sem invadir a faixa à sua esquerda seria de 90cm.

Proporção da imagem mostra veículo ultrapassando ciclista a 1m de distância.

Proporção da imagem mostra veículo ultrapassando ciclista a 1m de distância.

Além disso nem ao menos as proporções de altura e distância estão corretas. Uma bicicleta de altura média, por exemplo, regulada para uma pessoa de 1,70m de altura, possui mais ou menos 1m de altura do solo ao topo do selim. Porém na imagem divulgada na campanha da EPTC percebemos que a altura da bicicleta é equivalente à distância do veículo realizando a ultrapassagem.

A largura de um carro é medida de retrovisor a retrovisor. A largura de uma bicicleta, pelas extremidades do guidom. Da mesma forma, a distância entre bicicleta e veículo automotor deve ser medida do espelho retrovisor direito à extremidade esquerda do guidom da bicicleta. E não de pneu a pneu como mostra a imagem. Isso pois o maior risco numa ultrapassagem é o espelho retrovisor do veículo bater no guido e ocasionar a queda de quem pedala.

Qualquer pessoa que trabalhe com publicidade, propaganda, educação ou tenha o mínimo de conhecimento sobre comunicação, sabe que a imagem tem um impacto muito maior que o texto e tende a persistir mais na memória das pessoas. Isso é ainda mais verdade no caso desta campanha, pois é extremamente difícil para quem está dirigindo calcular com precisão distâncias do lado de fora do seu veículo. Até por esse motivo, e pelo fato de não ser possível realizar uma ultrapassagem de uma bicicleta sem invadir à pista ao lado, que o Detran do Espírito Santo realizou campanha incentivando o ciclista a ocupar a faixa e o motorista a trocar de faixa pra realizar a ultrapassagem como o vídeo abaixo:

A campanha da EPTC ainda pode passar a mensagem equivocada que o local apropriado para a circulação de bicicletas é colado no meio-fio (na sarjeta) e que o ciclista deve sempre abrir passagem para os demais veículos., quando na verdade este comportamento é extremamente perigoso, pois junto ao meio-fio é o local mais inseguro para quem pedala, pois é cheio de irregularidades, lixo, bocas-de-lobo, e não deixa espaço para manobras.

 

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Campanha educativa equivocada da EPTC incentiva o desrespeito

  1. Leonardo disse:

    que crítica vazia heim…só por criticar não vale

  2. Felipe X disse:

    A questão da pista blz, mas as proporções do ciclista, etc já achei meio demais.

  3. Felipe X disse:

    Pessoal, má notícia, pelas 19hs um ciclista foi atropelado NOVAMENTE na entrada da churrascaria que fica no parque gigante, na orla. Ele estava deitado no chão e a SAMU foi chamada, estava consciente e parecia não ter lesão grave. Não pude ficar lá parado. A Eptc está esperando alguém morrer para fazer um quebra mola ou seja lá o que for necessário?

    • Marcelo disse:

      Tem mais detalhes sobre o caso, Felipe?

      • Felipe X disse:

        No facebook postaram isso, não sei mais nada

        “Sim eu estava lá vi tudo e Roberth Werner tbm estava ajudamos o ciclista mas graças a Deus ele está bem machucou o braço., ai fui perguntar para um senhor que trabalha no inter porque o clube não põe um luminoso para. Chamar a atenção dos motoristas e ciclistas sabe o que ele falou que não são responsável que era a Eptc. Um joga pro outro e mais um. Ciclista se. Ferra até quando. Ai pensei porque a massa crítica não passa lá na sexta-feira no clube e faz uma manifestação bem boa. Ok”

        Também botaram uma foto dele estatelado no chão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s