Os candidados e a mobilidade, Parte 2 – Levy Fidelix – “Bicicleta é só pra passeio”

Em uma postagem prévia, foram postados vídeos do candidato a presidente Eduardo Jorge, do PV, e suas opiniões sobre transporte sustentável, bicicleta e poluição.

Dando sequência ao processo de descobrir o que cada candidato à presidência pensa sobre o tema, segue este trecho de entrevista de Levy Fidélix, do PRTB:

(via Pra Quem Pedala)

Se alguém tiver links sobre as opiniões dos outros candidatos, favor nos avise, através de comentários!

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

8 respostas para Os candidados e a mobilidade, Parte 2 – Levy Fidelix – “Bicicleta é só pra passeio”

  1. heltonbiker disse:

    Ele se propõe a ser um candidato que enfatiza a questão da mobilidade, sendo forte proponente do transporte ferroviário, e mesmo assim desconhece completamente o verdadeiro panorama da mobilidade por bicicleta na Europa.

    • Pablo disse:

      Exatamente! É justamente nas cidades maiores que mais se usa bicicleta na Europa. Nas cidades pequenas não há engarrafamento e o estacionamento é gratuito, levando mais pessoas a usar o carro.

  2. Pablo disse:

    “Um trabalhador de terno e gravata” – Interessante como ele olha só para o próprio umbigo.

    De qualquer forma eu estou gostando de ver esse tema alcançar os candidatos a presidência.

    • heltonbiker disse:

      Obrigado!!

      Do mesmo link:

      “Não é a primeira vez em que o bairro de Higienópolis aparece envolvido em uma polêmica sobre serviços de transporte. Em 2010, moradores iniciaram um movimento contra uma estação da Linha 6-Laranja do Metrô prevista para a Avenida Angélica. Eles realizaram um abaixo-assinado.
      Uma moradora afirmou, em entrevista ao jornal “Folha de S. Paulo”, que a estação atrairia “gente diferenciada” ao bairro, e a expressão acabou sendo usada depois em críticas aos membros do movimento contra o metrô. Defensores do transporte público chegaram a realizar um “churrascão da gente diferenciada”. ”

      Parece que já vimos esse filme, não?

      • Pablo disse:

        Está se referindo à expansão do Trensurb? Lembro que o impasse era que o shopping de Novo Hamburgo não queria a estação próxima para evitar a “gente diferenciada”.

      • Não era discurso do Bourbon Shopping, ele quer que mais gente vá, afinal dinheiro é o que eles querem.

        Trabalho em Novo Hamburgo e conheço muita gente por lá, o medo verdadeiro eram dos habitantes de NH em que viessem outras pessoas diferentes das que já tem por lá e invadissem a cidade, em especial o o “Xópingui” deles.

        Resultado hoje é que a maioria está amando a expansão da Trensurb e poder ir até a capital por irrisórios R$ 1,70 em 1h de deslocamento, descendo no centro de Porto Alegre ou qualquer outra cidade do caminho.

  3. “em cidades menores da europa…”
    Londres? Barcelona? Berlin? será que são “cidades menores”?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s