EPTC orienta ciclistas sobre a importância do uso de óculos, roupas, luva e tênis.

Segundo notícia do site da Prefeitura Municipal, a EPTC estará abordando e distribuindo material educativo para ciclistas nesta semana em dois pontos do Centro de Porto Alegre. O material contém orientações sobre o uso adequado das bicicletas nas vias, os equipamentos obrigatórios, além de mencionar “a importância do uso de capacete, óculos, roupas, luvas e tênis, para uma maior segurança e comodidade dos condutores”.

Captura de tela - 21-07-2014 - 13:56:57

Parece que a EPTC finalmente se deu conta e resolveu dar um bom uso aos 20% das multas – pois afinal este é provavelmente o último ano da aplicação desta verba, já que a dupla Fortunati-Melo, junto com EPTC e Câmara de Vereadores resolveram mutilar o Plano

Ciclistas de Porto Alegre pedalam sem roupa, colocando em risco seu conforto e segurança, apesar de orientações da EPTC.

Cicloviário e tirar essa que é a única fonte garantida de recursos para a educação para o trânsito. E nada mais útil que usar essa preciosa verba para orientar os ciclistas da região central de Porto Alegre sobre a importância de se usar de óculos e luvas. Ah, e roupas é claro.

Pra que orientar o motorista que o ciclista tem o direito de ocupar a via e que ele deve trocar de faixa para ultrapassá-lo, como fazem os órgãos competentes em outras cidades e estados do Brasil? Essa semana, enquanto transitava pela Avenida 24 de Outubro, fui interpelado por um motorista raivoso que, depois de buzinar e me ultrapassar sem respeitar o 1,5m de distância, me mandou pedalar na ciclovia. Tentei pedir orientações para ele sobre onde ficava a ciclovia que ligava o bairro Auxiliadora com o Bom Fim, mas não consegui alcançá-lo. Bom, tenho que ser grato, né? Pelo menos ele não me atropelou. Tive muita sorte de não ter me acidentado, pois naquele dia eu não estava usando luvas.

Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , . Guardar link permanente.

10 respostas para EPTC orienta ciclistas sobre a importância do uso de óculos, roupas, luva e tênis.

  1. Felipe X disse:

    Eu estava pensando, educar motoristas nem pensar né? Só sabem botar pardais (não que eu seja contra os pardais, mas enfim, educação é educação).

    • Marcelo disse:

      É mais fácil educar os ciclistas, pois eles são em menor número… Deve ser isso o que eles pensam. Enquanto isso temos motoristas matando e mutilando gente a rodo por aí.:/

      • Felipe X disse:

        Esses dias ouvi de um parente que ele acha um absurdo um ciclista mostrar o dedo médio para ele depois dele dar uma fina educativa pelo cara não estar pedalando na maravilhosa calçadovia-montanha-russa da Diário de Notícias. Exatamente isso: “que absurdo o cara me xingar depois de eu por a vida dele em risco”.

        Tive que respirar fundo antes de responder🙂

        E como agravante, sei que o cara dirige depois de beber… o mais fraco que se cuide, claro!

  2. Felipe X disse:

    Agora achei deprimente mesmo que ficam falando em “vestimenta adequada”, o que é completamente discutível, e não há menção sobre educar que não se anda na contramão, que não se pedala feito louco na calçada, que é uma boa prática sinalizar ao fazer curvas, que é perigoso fazer zigue-zague pelo meio dos carros…

  3. Gustavo disse:

    E agora, quem ai imprime o PDCI e entrega pra EPTC?

  4. FernandoFilho disse:

    E provavelmente se você tivesse sofrido um “acidente”, do tipo o motorista passar por cima de ti, a notícia seria como essa:
    http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/transito/noticia/2014/07/ciclista-morre-em-colisao-com-onibus-em-sapucaia-do-sul-4556411.html
    Interessante que “os dois veículos trafegavam no sentido Sapucaia-Gravataí”. Foi um abalroamento traseiro então!?!?

  5. MarLee disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  6. Nauber disse:

    Em uma semana acumulei um atropelamento e escapei de outro andando de bike, seguindo as normas de comportamento e sinalização; também escapei de outro enquanto pedestre na faixa de segurança com sinal vermelho para os carros. Essa é a Cidade Baixa em que moro. E isso só vai virar estatística se eu for pro saco.

  7. Beto Flach disse:

    Parece que a próxima brilhante ação da EPTC pra reduzir mortes nas ruas será dar curso de atletismo pros velhinhos poderem atravessar mais rápido as ruas. Afinal, os atropelamentos são por sua própria falta de habilidade, como todos sabem aqui! No material que será distribuído, imagino que haverá dicas de qual tênis, meia e cadarço devem ser usados pra não ser atropelados.

    É triste perceber que “as ruas” (leia-se “condutores de veículos automotores!) estão se tornando mais hostis à presença de pessoas em bicicleta, que o executivo municipal se torna mais avesso a cumprir o plano cicloviário (agora mutilado, tadinho), que os agentes de trânsito não fiscalizam velocidade, estacionamento irregular, desrespeito à lei do 1,5m, desrespeito a pedestres, etc.
    Não estou mais convencido de que nossa civilização conseguirá sobreviver aos nefastos impactos da cultura do automóvel – as cidades já não conseguiram.

    • Siri disse:

      Beto, passei minhas férias em Vancouver/Canadá e não senti a menor vontade ou necessidade de utilizar carro, saia sempre caminhando ou de bike. De uma forma ou de outra (caminhando ou pedalando) as ruas são aprazíveis e receptivas e a educação dos motoristas e respeito às regras é exemplar. Isso se consegue com educação, legislação adequada e fiscalização séria. População e governo com um objetivo comum: Uma cidade civilizada e segura para todos.
      Então, o ponto negativo é que aqui população e governo também tem um objetivo comum: entupir as ruas de carros e não respeitar regra alguma.
      O ponto positivo é que exemplos mostram que podemos conseguir reverter nossa situação de selvageria e caos, mas o caminho pode ser bem mais longo que nossa breve existência…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s