Prefeitura remove Ghost Bike que homenageava Patrícia de Figueiredo.

A Prefeitura de Porto Alegre removeu nesta quinta-feira a Ghost Bike que homenageava Patrícia Silva de Figueiredo, de 21 anos, que morreu quando cruzava a Avenida Érico Veríssimo de bicicleta, ao ser atropelada por um ônibus que estava acima do limite de velocidade.

Mais do que uma simples homenagem, a bicicleta branca possuía também um valor educativo para os motoristas de ônibus, que toda vez que passavam por ali, lembravam que sua imprudência pode causar a morte de pessoas.

Esse ato da prefeitura é mais um entre tantos que mostra total desconsideração com a luta por uma cidade mais humana, por um trânsito menos violento, e pelo fim de mortes absurdas como essa.

Não temos informação, mas é bem possível que as demais ghost bikes também tenham sido removidas. Quem tiver informações sobre as ghost bikes de Davi Santos de Moura (na Restinga), João Laurentino de Oliveira da Rosa (na av. Baltazar de Oliveira Garcia), Artidor Vargas da Silva (Avenida Del. Ely Corrêa Prado), Valdeci Silva de Araújo (no bairro Humaitá), Gustavo Luiz da Silva Rosa (Av. Voluntários), ou outra que eu não lembre nesse momento, por favor nos repasse.

Agora só falta apagarem as borboletas do Vida Urgente.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado . Guardar link permanente.

23 respostas para Prefeitura remove Ghost Bike que homenageava Patrícia de Figueiredo.

  1. Aldo M. disse:

    Já removeram quase todas as borboletas do Vida Urgente também. Sempre que fazem recapeamento do asfalto, elas simplesmente não são repintadas. Ironicamente, esses recapeamentos que apagam os símbolos de uma vida ceifada, a Prefeitura chama de “revitalizações”.
    O Vids Urgente deve ter um cadastro para comprovar essa “ocultação de cadáveres”. Para começar a lista, lembro de uma que havia na descida do Viaduto da Borges com a José de Alencar, caminho dos torcedores da Copa.

  2. Breno Beutler Junior disse:

    A bici que estava na esquina das Avenidas Cristóvão Colombo com Marechal José Inácio da Silva também ‘desapareceu’… As placas colocadas por alunos de uma escola também estão sendo retiradas… enquanto isso, outras, oferecendo ‘de tudo um pouco’ seguem firmes e sem qualquer sinal de que serão recolhidas um dia… Baita exemplo…

  3. André Gomide disse:

    é Guerra.

  4. André Gomide disse:

    Vou levantar informações sobre a Ghost Bike do senhor João Laurentino de Oliveira da Rosa (na av. Baltazar de Oliveira Garcia). Falar com moradores da região…aposto que foi a EPTC tb.

  5. Juliano disse:

    querem deixar tudo bonitinho pra copa. imagina os gringos verem que aqui um ciclista morreu atropelado. tinham que pegar novas ghost bikes na quantidade dos assassinados no trânsito e fazer uma fila com elas perto do beira-rio, pra gringo ver: “ó, aqui se mata ciclista no trânsito”

  6. Walescko disse:

    EPTC ignora a tudo e a todos, faz o que bem entende e ferra a vida de todo mundo, com um único objetico: deixar o trânsito da cidade de Porto Alegre intransitável.

  7. Fabio disse:

    Tenho duas duvidas sobre: a prefeitura justificou em algum canal de comunicacao o motivo? A pericia concluiu que o onibus estava em velocidade acima do limite?

  8. André Gomide disse:

    Ontem peguei um táxi e conversava com o motorista sobre as bikes retiradas, fiquei ao menos surpreso com o relato dele:” sempre que eu passava na Érico não me sentia bem quando eu via aquela bicicleta, sinceramente até evitava. Me fazia ao menos pensar de como estou dirigindo”

    É uma maneira dolorosa mas eficaz de educar…tentar sensibilizar pela dor. Infelizmente não peguei o prefixo daquele senhor…errei, deveria. O relato dele seria muito mais humano do que dos membros da EPTC.

  9. André Gomide disse:

    Lembrei de outra coisa que o mesmo me disse: “quando vejo as borboletas pintadas no chão, o mínimo que posso fazer é não passar por cima delas, afinal de contas era uma vida”.

  10. Felipe X disse:

    Estou com medo de listar as que ainda existem aqui e a prefeitura ir lá tirar 🙂

    Mas vi uma na zona norte ontem 🙂

  11. Luiz Felipe disse:

    Tchê, Porto Triste não dá mais!
    Tudo que é feito enquanto política pública ocorre as avessas, quando os cidadãos fazem algo o poder pública – EPTC – vai lá e tira. Não feliz com tirar, tripudia!

  12. lobodopampa disse:

    Tanto lixo pedurado poluindo visualmente a cidade; tanta propaganda ilegal espalhada por toda a parte; tanta propaganda “legal” mas extremamente discutível, justamente deste ponto de vista da EPTC – provocar distração em relação à sinalização de trânsito ou ao próprio trânsito em si; nada disso incomoda ao diretor da EPTC.

    ESSA Ghost Bike incomoda, e MUITO, e precisa ser removida o mais rápido possível. Por quê?

    Eu chuto:

    – porque fica num entroncamento importante de uma área central
    – porque fica próxima a bairros relativamente nobres
    – porque fica próxima de todas as ciclovias mais utilizadas no momento
    – porque fica numa região de intenso fluxo de pedestres e ciclistas
    – porque fica numa região habitada por muitos jovens e estudantes usuários de bicicleta (Cidade Baixa) bem como por muitos idosos pedestres tbém (Cidade Baixa e Menino Deus) – ambos potenciais vítimas de atropelamentos
    – porque fica quase embaixo do nariz da rbs
    – porque a Ghost Bike estava a poucos metros de uma OUTRA placa, que diz “velocidade máxima 30 kmh”, que sabemos não ser obedecida nem ficalizada

    Porque ESSA Ghost Bike, inadvertidamente, sem que ninguém tivesse essa intenção, acabou se transformando em um outro tipo de símbolo.

    Não mais, ou não apenas, um memorial ao falecimento de uma pessoa.

    Essa GB simboliza muitos dos inúmeros pecados da atual admnistração municipal/EPTC. É como um dedo apontando em riste para Fortunati e Capellari.

    Por isso, precisa ser removida.

    Mas isso não vai ficar assim.

  13. Clarice disse:

    Sugiro recolocarmos uma GB ali para “comprarmos” essa briga. Não podemos deixá-los ditar as regras assim tão facilmente.

  14. André Gomide disse:

    Não vai mesmo…AGUARDEM!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  15. Daniel disse:

    Pra quem prega “mais amor” nas passeatas o rage de vocês é no mínimo interessante.

  16. Clarice disse:

    Concordo com Solrac. Paz sem voz é MEDO.

  17. José Figueiredo disse:

    Este gesto do Prefeito de retirar esta linda homenagem póstuma que os ciclistas prestaram à minha filha Patrícia (tb ativista), que amenizava um pouco nossa perda (e educava motoristas), apenas demonstra a total inversão de valores que vivemos.Preocupado com os turistas da Copa, o Prefeito esquece as toneladas de lixo visual que permanecem nas ruas e manda recolher homenagens populares, esquecendo também do lixão humano que temos no entorno da Arena e mais de 5 mil cães e gatos morrendo nas ruas, mazelas que impactarão muito mais os turistas. Aliás, isto ele não conseguiu solucionar, nem mesmo colocando sua esposa na Secretaria dos Direitos dos Animais,ganhando 11 mil por mês. Talvez ele queira colocar na faixa de segurança onde o onibus passou por cima da minha filha um busto ao motorista que, sem camisa e em alta velocidade matou minha filha….José Figueiredo..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s