Enquanto ciclovias saem do papel em passo de tartaruga, mais um ciclista morre em Porto Alegre.

Enquanto ainda nem 4% do Plano Diretor Cicloviário de Porto Alegre foi implementado, mais um ciclista foi morto por um motorista na capital. A tragédia aconteceu na Estrada do Lami, perto do número 5352, na Zona Sul da cidade. O falecido ainda não foi identificado.

O veículo que noticiou o ocorrido não se preocupou em informar se o motorista prestou socorro, ou se fugiu.

Enquanto isso o governo de José Fortunati chora por ser obrigado a investir 20% do valor arrecadado com multas a motoristas infratores na construção de ciclovias e na educação para o trânsito.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Enquanto ciclovias saem do papel em passo de tartaruga, mais um ciclista morre em Porto Alegre.

  1. Felipe X disse:

    Tu é jovem e não entende. 🙂

  2. Pedro disse:

    A julgar por essa reação, “Populares tentaram agredir o motorista do veículo, mas acabaram contidos pelos policiais no local”, uma manifestação no local seria muito bem recebida pelos moradores do local.

    (http://www.radioguaiba.com.br/Noticias/?Noticia=513038)

    Temos ativistas de fôlego para ir ao local? Espero que sim.

    Abraços.

    • Marcelo disse:

      Bom sinal. Podemos pressionar o governo para construir uma ciclovia urgente no local. Essas verdadeiras “estradas” da ZS são pistas de corrida, sem espaço adequado para ciclistas e pedestres.

      Se marcarem alguma bicicletada/manifestação para lá me avisem que divulgo aqui. Só não participo porque não estou em Porto Alegre.

      • heltonbiker disse:

        Eu acho que temos que fazer “para o ano” (que vem), uma “manifestação inesperada”, mas muito bem articulada, em algum dos terríveis pontos daquelas pseudo-estradas lá. Juntar mais de 500 bicicletas, jornalistas, tipo o que foi feito no “quinta-feira vai ser maior”. Vai passar para os governantes e a população a mensagem de que não somos fogo de palha, nem burgueses que só se preocupam com a orla, e que não vamos parar, pelo contrário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s