Aconteceu de novo: vice-prefeito marca reunião com comunidade e não comparece.

O vice-prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, não compareceu à reunião que ele mesmo marcou para discutir com a comunidade o PL que modifica o Plano Cicloviário. A reunião foi marcada por pressão de ativistas após a Prefeitura ter boicotado a Audiência Pública sobre o mesmo tema que aconteceu na Câmara de Vereadores no dia 18 de novembro.

O polêmico projeto de lei  que acaba com a obrigação do município de investir 20% do valor arrecado com multas na construção de ciclovias e na educação para o trânsito foi defendido pelo Diretor-Presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, e pelo Secretário da Governança Local, Cézar Busatto, mas as explicações não convenceram o público.

Busatto sugeriu que a comunidade aceitasse a supressão da lei que obriga o município a investir o mínimo de 20% do valor arrecadado em multas para a construção de ciclovias em troca de uma promessa de que a Prefeitura realizaria investimentos no mesmo valor com recursos provenientes de outras fontes. Os presentes se manifestaram contra a idéia e trocar uma lei por uma promessa.

Segundo Cappellari, existem 40 milhões de reais de recursos oriundos de contrapartidas de empreendimentos na capital que ainda não foram investidos na construção de ciclovias porque a atual equipe da EPTC “não dá conta” de executar as obras.

A EPTC pretende apresentar o projeto de lei aos vereadores no Plenário da Câmara Municipal nesta quinta-feira, às 14h30. Um grupo de pessoas já está se organizando para comparecer ao local para exercer pressão sobre os vereadores, criando inclusive um evento nas redes sociais.

Confira um vídeo resumo da reunião:

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Aconteceu de novo: vice-prefeito marca reunião com comunidade e não comparece.

  1. Felipe X disse:

    Ninguém falou no dia, mas eles ficam nesse papinho que a “ciclovia não é adequada na tua opinião “, mas o plano cicloviario também é mutilado pelo não cumprimento dos parâmetros de segurança contidos nele.

    A apresentação do Beto Flach postada aqui demonstrou isso bem.

  2. Felipe X disse:

    O Antonio Vigna, representante da EPTC, disse que a ciclovia da ipiranga é ruim apenas na nossa opinião apenas. Será que ele já leu o plano? https://vadebici.wordpress.com/2013/11/22/a-mutilacao-do-plano-cicloviario/

  3. Pablo disse:

    Essa mudança que a prefeitura está querendo tem o único objetivo de evitar ações legais no final do mandato, só isso. É pura manobra… Qdo a prefeitura mudou de “obras da copa” para “obras do PAC” com a história que eram beneficiavam mais a cidade do que a copa foi unicamente porque sabiam que iam atrasar e muito. Essa jogada da mutilação tem o mesmo objetivo. Eles sabem que não vão conseguir dinheiro para investir, tem que pagar a CCzada, então estão tentando criar uma brecha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s