Muretas são construídas EM CIMA da Ciclovia da Ipiranga

Conforme pode ser lido no jornal Metro Poa de hoje:

metropoa

Curioso pela notícia, e já tendo visto que havia de fato algo sendo construído no local, fui até lá e fiz essas fotos:

P1110319 P1110320 P1110321 P1110322 P1110323 P1110324 P1110325 P1110326 P1110327 P1110328 P1110329 P1110331

Espanta ainda o contraste entre a natureza da intervenção que está sendo feita onde antes, durante anos, nunca houve qualquer cabeceira de ponte, e algumas frases do Projeto de Lei 010/2013, de autoria de nosso Prefeito:

Destaca-se que o Município e o órgão executivo de trânsito  municipal  têm  olvidado esforços  no  intuito  de  não  apenas  cumprir  a regra  legal  no  interregno  de  sua  vigência,  mas  de  implantar  em  Porto  Alegre um plano cicloviário que atenda às necessidades dos cidadãos.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em ciclovia, PDCI, Plano Cicloviário, segurança. Bookmark o link permanente.

48 respostas para Muretas são construídas EM CIMA da Ciclovia da Ipiranga

  1. Ílson Bolzan disse:

    Parece pegadinha.

    Alguém tem fotos antigas da ponte? Ou algo relativo a projeto?

  2. Pedro disse:

    Simples e direto: a ciclovia não deveria ser ali. Unidirecional, em cada sentido da avenida. Sem carros estacionados na Ipiranga inteira. Foda-se o mimimi dos motoristas. Já levei portada de motorista estacionado e nem sequer “desculpa” eu ouvi. Sem contar o cuidado extra com a “door zone”, que joga o ciclista mais para o meio da via por causa dos carros estacionados. Chegou de ter paciência com essa escrotice chamada de ciclovia. E essa escrotice motorizada.

  3. Felipe X disse:

    Mais uma prova que a ciclovia não devia estar ali. E pelo jeito além de não saberem distinguir ciclovia de ciclofaixa agora chamam um estreitamento de “contorno”.

  4. Pingback: Ciclovia da Ipiranga: novo trecho quase pronto | Blog Porto Imagem

  5. Danielle disse:

    Realmente parece pegadinha! Mas infelizmente é um exemplo clássico da falta de integração das secretarias e do “planejamento desintegrado” da nossa cidade…Vergonha!

  6. Antônio disse:

    Bizarro é um adjetivo muito modesto para o fato!

  7. lobodopampa disse:

    TInha visto essa “obrinha” nos primeiros estágios ontem ou anteontem e imediatamente me ocorreu que provavelmente se tratava de uma correção cosmética no lay out da ponte, por razões “históricas”.

    Momento para respirar fundo e dissipar a revolta/ira antes que ela possa produzir efeitos danosos no organismo e na mente…

  8. lobodopampa disse:

    E agora desabafando um pouco:

    – é impressionante o preciosismo com o patrimônio histórico neste caso e a completa falta de qualquer princípio de preservação em inúmeros outros casos, onde a perda é MUITO maior (e os lucros de alguns tbém)

    – de fato os órgãos que cuidam disso são muito chatos – um amigo muito ligado a isso me contou que no caso da “Casa da Junta” (prédio ao lado do Palácio Piratini recentemente restaurado) – foi PROIBIDO (pelo IPHAN ou outra autoridade, não sei exatamente qual) colocar sequer uma PLACA, mesmo que na calçada, para INFORMAR a população

    – mais uma vez: “para os amigos tudo, para os outros, a lei”

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Casa_da_Junta

  9. é impressionante como a maioria das coisas feitas em Porto Alegre são “gambiarradas”… é tudo feito pela metade, torto e de última hora… não sei se é incompetência geral das pessoas que deveriam cuidar disso na prefeitura ou se é má vontade ou corrupção mesmo. De repente é a soma das três coisas….

  10. Felipe disse:

    Quem mais topa ir lá com uma marreta e “resolver” o problema?

    • Thiago disse:

      Cara, foi a primeira coisa que pensei…se não houver mudança (o que sinceramente duvido que haja), é bem provável que eu perca uns 30minutos ali “resolvendo” o problema. Governo tem que dar o que o povo quer, não o que o governo quer.

  11. adilson telles disse:

    é MUITO provincianismo. Alguém se lembra da 1a versão do guarda-corpos da ciclovia, que parecia uma mangueira pra gado?
    E agora essa… mas QUE COISA RIDÍCULA essa prefeitura de Porto Alegre.

    • adilson telles disse:

      Dá para ver nessas imagens que é óbvio que isso foi uma grande PATETADA da EPTC e da EPAHC.
      Se isso já estava previsto, o asfalto da ciclovia e o guarda-corpos iriam fazer uma curva para adequar-se à existência da mureta, e não ir em linha reta em direção à ela.
      É o nosso dinheiro (público) indo para o ralo. Mais uma vez, RIDÍCULO.

  12. andersonastor disse:

    Os caras arrasaram as laterais do arroio que antes era de ARENITO. e fizeram tudo concretado. Agora, além de ser esteticamente pior, é um prato cheio pra pixações. Onde tava o EPAHC nessa hora?

  13. Gabriel disse:

    Grande m… Antes de exigirem qualquer facilidades para ciclistas devem aprender a andar dentro da legislação de trânsito, 95% dos ciclistas nem sabem que existem itens mínimos de segurança previstos em lei, para que se ande de bicicleta. Canso de ver ciclista na contra-mão, furando sinal, não respeitando faixa de pedestres e subindo em calçadas. É muita hipocrisia, antes de exigirem direitos, façam os seus deveres.

    • Felipe X disse:

      Não entendi a relação. Com certeza falta muita conscientização para ciclistas, pedestes e todos tipos de motoristas, mas por que essa ordem?

      Devíamos parar de fazer ruas até pararmos de ter motoristas que dirigem em alta velocidade e na contramão também? Até é uma boa 🙂

      • Leo Spiller disse:

        Bela resposta, Felipe! O Gabriel só está vendo o lado dele e não analisando o contexto geral envolvido.

      • Gabriel Caruso disse:

        A relação é simples meu caro, pregar moral de cuéca. E sim, concordo, devíamos para de vender carros, até que se tivesse lugar pra eles e motoristas que respeitassem as leis. E sinceramente, não vejo problema algum aquela mureta ali, em uma lugar que não leva nada a lugar algum, essa ciclovia é uma piada.

        Qual seria o meu lado o Leo Spiller, se nem carro eu tenho, apenas uma bicicleta?

      • Felipe X disse:

        Gabriel, não devemos parar de vender carros ou bicicletas, temos que ter órgãos de fiscalização que fazem a sua obrigação, como em qualquer lugar do mundo.

        Eu que faço o percurso Cristal->Centro diariamente só vejo a EPTC bancando de guarda municipal cuidando das obras do viaduto da Padre Cacique, onde não tem como furar sinal ou dirigir em alta velocidade. Enquanto isso não tem um dia que não vejo uns 2-3 carros furando o sinal da rótula das cuias e fica por isso mesmo.

    • Guilherme disse:

      Volta e meia vem uma vítima ideológica do carrocentrismo dar umas bandas por aqui. Mais uma mente convertida pela indústria automobilística.

    • zezinho disse:

      O governo tem que fazer sua parte primeiro, pois o exemplo vem de cima, baixando os impostos de bikes e acessórios, pq gira em torno de 46%. Um bom capacete não sai por menos de 200,00, bem como seus acessórios. Motoristas que usam aplicativos para saber onde tem barreira, ou balada segura, não tem moral pra reclamar aqui.

      • Gabriel Caruso disse:

        Concordo, impostos devem baixar em todas as frentes. Sinceramente nunca mais comprarei uma bike igual a que tenho há anos, uma TREK, hoje em dia, pra min, fica inviável. E claro, estes tipos de aplicativos deveriam ser proibidos.

  14. Lori Beatriz Schoenardie disse:

    Gente me desculpem,mas essa de ciclovia pra mim é uma grande piada!Moro no sarandi e já fui ciclista.Andava 22 km todo dia e até que um dia resolvi que não ia morrer atropelada!Como faço para andar saindo daqui?Ainda veremos muita gente morrer para que as coisas sejam feitas como deveriam ser!É ridículo!Tudo é ridículo!

  15. Márcio Koehn disse:

    Nada mais me deixa perplexo nessa gestão municipal a que estamos submetidos. É um misto de ignorância, imperícia e mutretagem que fazem com que as ações da prefeitura sejam toscas, não só em relação às ciclovias.

  16. ivonilda disse:

    Entendi direito? É isto mesmo:”… o Município e o órgão executivo de trânsito municipal têm olvidado esforços…” ? Então confessam que estão esquecendo de fazer o que devem?

  17. zezinho disse:

    Parem de reclamar…. peguemos picaretas e derrubemos estas muretinhas… chega de sermos feitos de palhaços…. mais ação e menos discussão…

    • adilson telles disse:

      Tem que colar fotos do Fortunatti nessas muretas. Assim todos que passarem ali vão lembrar quem é o responsável por isto.

      Aposto que seriam retiradas em menos de 2h pela EPTC. Mas se os ciclistas colassem novas fotos a cada vez que isso acontecesse, iria ser NO MÍNIMO engraçado!!!

  18. Falta de compatibilização entre os projetos. Não sei o que é mais equivocado: a reconstrução desse elemento da ponte, numa tentativa pífia de resgatar uma volumetria com uma obra meia boca e que não atende a nenhum critério de patrimônio cultural, ou a ciclovia mal situada no lugar mais improvável!

  19. Marc disse:

    Não fica claro quais são os benefícios da conclusão do projeto original da ponte, mas fica claro o preparo da administração pública em prestar um desserviço aos ciclistas, adultos e crianças. Já bastam a dispersão das faixas e a obra mal gerida, desde a época das cercas de proteção de madeira. Daqui a pouco chegarão outros obstáculos, nem precisa esperar sentado.

  20. Felipe X disse:

    Na ZH dizem que a mureta é para proteger o guarda-copo… não que ela faça parte do conjunto histórico. Faz mais sentido isso, mas ainda assim acho estranho o tipo da estrutura. http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/noticia/2013/11/mureta-em-ciclovia-da-ipiranga-surpreende-ciclistas-em-porto-alegre-4344601.html

    • adilson telles disse:

      Não é isso Felipe X.
      A mureta é uma proteção do guarda-corpo DA PONTE (e não da ciclovia).
      Suponho que a utilidade dela seja proteger a ponte dos ciclistas, esses malvados kkk

      Poderiam ter adotado inúmeras outras alternativas, como uma proteção de formato e posição diferente. Mas para que simplificar se podemos complicar né?

      • Felipe X disse:

        Sim, eu tinha entendido que era da ponte. Mas mesmo assim me parece estranho, aposto que uma série de outras soluções podiam ser pensadas. Inclusive medidas de traffic claming em vez de botar um tijolo gigante na ciclovia.

  21. rafael disse:

    Sugiro, antes de derrubar, fazermos um churrasco protesto, pois parece uma churrasqueira.

  22. Fernando disse:

    Horrível!!!
    E onde estão as ciclovias compensatórias da Assis Brasil ? O Zaffari inaugurou o Bourbon Wallig com mais de 4.000 vagas e não deveria ter a contrapartida? Falando nisso, nem bicicletário este Shopping tem !!! #vergonha

  23. Fernando disse:

    Em tempo: O IPHAN deveria ser ágil também no Moinhos de Vento…

  24. sdsd disse:

    Peguem os martelos…

  25. Rafael disse:

    Saí de Porto Alegre e só agora vejo a tamanha falta de capacidade de os portalegrenses se organizarem e melhorarem a cidade.

    Porto Alegre é uma aldeia cheia de remendos. Nada funciona direito, e o que é feito para “melhorar” acaba gerando somente mais incomodação e insatisfação.

    Mas os “magrões” moldados pela RBS acham que moram bem e vivem bem.

  26. zezinho disse:

    Algum de vcs já foi lá para “resolver” o problema, ou vão ficar aqui só reclamando? Bem coisa de Brasileiro. Se eu não tivesse 68 anos, já estaria lá.

    • Felipe disse:

      Deixa pra alguma manifestação.
      Ir sozinho ou em poucos é pedir pra apanhar da brigada e ser fichado.
      Pra bater em ciclista que quer melhorar o trânsito eles devem chegar em questão de minutos…

  27. Gabriel Caruso disse:

    Corrijam-me se eu estiver errado, em outros viadutos da mesma avenida já não existiam estas muretas? Como mostram as fotos 2 e 3 acima.

  28. Pingback: No meio da ciclovia tinha um muro « Sul 21 Sul 21

  29. Amir Sultan disse:

    Só eu que penso que essa Ciclovia é uma farsa?Que não passa de exibicionismo do governo pra dizer que teme e fez algo que na verdade serve mal e porcamente para seu proposito? sejamos realistas algum ciclista sente-se seguro em andar naquela linha vermelha, (talvez seka vermelha ate pelo risco que se corre em transitar ali……rs) se deparando a todo momento com, postes, muretas, afunilamentos, pedestres, alguns ate passeando com seus cães, eu tenho cachorro e passeio com ele mas não no meio Ipiranga, assim como tb nao no meio da ciclovia, respeito os espaços de cada um, mas parece que aqui em POA a Ciclovia é lugar de todos e também de ciclistas, e estão espalhando essa linha vermelha por toda POA pra depois encher a boca dizendo que POA tem XXX Km de ciclovias, bem coisa de governo arrogante que quer se exibir. Sinceramente eu penso que a ideia é boa, mas ajuda a poucos e da segurança a nenhum, ando de Speed, a cada banda que dou sou xingado pois não falta pseudo motoristas pra buzinar e apontar pra mim a maravilhosa ciclovia, como se eu não soubesse da existência dela…rs, me recuso a transitar na linha vermelha, prefiro correr o risco de no caso de um acidente me ferir sozinho do que derrubar um colega, uma criança ou atropelar um cachorro, sem contar os postes e muretas que terei pelo caminho, então ando pelo asfalto mesmo, assumo o risco mas pelo menos ando mais a vontade.

    E aos motoristas eu deixo o recado, não adianta de nada eu ser um bom ciclista se você é um motorista de merda!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s