Ciclovia nova e já danificada

Já noticiamos algumas questões sobre a construção da ciclovia na avenida Beira-Rio de Porto Alegre. As obras não andaram praticamente nada desde então, mas já há claros sinais de deterioração da pista devido a própria obra das pistas de rolamento e entorno. Por exemplo, este trecho foi severamente danificado por caminhões.

2013-06-06 08.01.05

O Grand Canyon da orla

Durante todo o percurso, também encontra-se buracos de placas que haviam sido colocadas para sinalizar o trânsito sem qualquer cuidado com o asfalto recém feito.

2013-06-07 08.10.40

Os gêiseres da sinalização de trânsito.

Ainda existem algumas sinalizações em cima da ciclovia, e nenhuma das que foram removidas recebeu algum tipo de “remendo”, estão todas como na foto.

Estão construindo também diversos destes acessos, fica a pergunta de qual a funcionalidade deles. Eles estão em diversos pontos onde hoje não há acesso a orla, algumas vezes na frente do clube fechado que existe ali.

2013-06-07 08.11.43
O poste desta última foto é uma sinaleira. Aparentemente a grande vitória para os pedestres nesta obra vai ser a instalação de alguns semáforos, pois antes era extremamente perigoso atravessar a avenida.

Anúncios
Esse post foi publicado em ciclismo veicular, ciclovia, Porto Alegre. Bookmark o link permanente.

7 respostas para Ciclovia nova e já danificada

  1. Pablo disse:

    Que coisa estranha essa última foto… Por que raios colocaram piso táctil em uma ciclovia/via de carros?

    • heltonbiker disse:

      A sensação é de que construirão alguma coisa onde hoje tem o barranco, seja um acesso por rampa/escada à orla, seja um acesso ao clube fechado, seja um acesso a algo que ainda será construído. Mas, como sempre, botaram o poste do semáforo bem no meio da passagem dos pedestres. Além disso, já começam os inevitáveis semáforos, que meio que invalidam a própria proposta (ridícula) de “free-way na orla”…

      • Felipe X disse:

        Aquele poste é bizarro… mas estes acessos não são apenas no clube. A impressão que dá é que haverá um passeio ali em baixo talvez. Será que a idéia é deixar a ciclovia na parte alta e o passeio de pedestres lá em baixo?

      • Felipe X disse:

        Me dei conta hoje que em outro destes acessos tem um poste de luz mesmo no meio, em vez da sinaleira. Parece de propósito que fazem isso.

  2. Daniel disse:

    Mas o mais incrível ainda segue sendo a ciclovia na calçada, retirando espaço dos pedestres. A avenida tem um amplo espaço para fazer a ciclo na pista, o q afataria um pouco o trânsito tornando a mais agradável. Mas não adianta, continuaremos com carros a 60 por hora passando ao lado dos pedestres, crianças tendo q ser amarradas na calçada para nao morrerem se por acaso pisarem na rua, pessoas caminhando no meio das bicicletas. A prefeitura é incrível.

    • lobodopampa disse:

      Complementando: essa é uma via na qual é considerado normal – hoje, ANTES da duplicação! – trafegar a 80 kmh. Não há nenhuma repressão nem sequer desestímulo a isso. O mesmo vale para a Cel Marcos, uma avenida em um bairro de classe média alta, sem calçada e sem acostamento.

      • Aldo M. disse:

        É muito estranho permitir uma velocidade tão elevada numa avenida que cruza no meio de um parque. Não consigo acreditar que tenha sido feito algum estudo técnico para determinar esse limite.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s