Infográfico: Você é o Engarrafamento

Você é o Engarrafamento

Anúncios
Esse post foi publicado em mobilidade, na imprensa. Bookmark o link permanente.

16 respostas para Infográfico: Você é o Engarrafamento

  1. Nono disse:

    Nossa, que novidade.

  2. Siri disse:

    Apesar de não ser nenhuma novidade é importante dar visibilidade à situação.
    Graficamente fica bem claro onde está o problema, até para quem não quer entender e ainda comemora o grande momento da economia, com sucessivos recordes de vendas de veículos automotores.

  3. Beto Flach disse:

    Ótimo infográfico!

  4. Bolsonaro Pirado disse:

    faltou andar a pé

  5. Guina Ramos disse:

    E faltou trem e metrô.
    Bicicleta pode ser muito bom para passear, mas vir de Pavuna a Copacabana de bike para trabalhar…

    • Felipe X disse:

      Cada caso é um caso, Mas Pedalo para o trabalho..

      • Guina Ramos disse:

        Cada caso etc… mas a questão é coletiva!
        Precisamos aumentar a pressão por transporte de massa, o que, para o tamanho do Rio, não será resolvido com ciclovias.
        Por exemplo, o Porto”Maravilha”, com tantos investimentos, como se chegará lá?
        Minha sugestão (que, é claro, depende de visão de futuro) em http://rioguina.blogspot.com.br/
        Abs,

    • Aldo M. disse:

      O transporte por bicicleta é o de melhor custo-benefício para melhorar o fluxo do transporte motorizado, especialmente o coletivo. Então, o investimento público em infra-estrutura cicloviária deve preceder outros investimentos, inclusive os diretamente relacionados ao transporte público. Há uma demanda reprimida no uso da bicicleta que deve ser aproveitada pelos governos. O objetivo não é fazer com que todos se transformem em ciclistas, mas que os dispostos a trocar o carro pela bicicleta contribuam para a melhoria do tráfego em geral.

      • guina ramos disse:

        Não discordo, certamente, da utilidade e da necessidade de uma rede decente de ciclovias em qualquer cidade, apoio a reivindicação!
        Só que, acho eu, investimentos que apenas “contribuam para a melhoria do tráfego em geral” são muito pouco para metrópoles.
        Enormes, como são, as distâncias no Grande Rio, é certo que a “infraestrutura cicloviária” não dará conta… quem aí encararia, ida e volta, todo dia, de Bangu ao Centro, by bike?…
        Além do mais, a “mobilidade” no Rio (do ponto de vista dos governos atuais) é voltada quase exclusivamente para a lucratividade de empresas “amigas” e não para uma rede eficiente.
        Não dá para centralizar a crítica (e a luta) nas ciclovias, é preciso uma visão mais ampla.

      • Aldo M. disse:

        O que eu estou dizendo é que o investimento em infra-estrutura cicloviária deve ser feito antes dos demais, por ser o de melhor resultados em relação aos recursos aplicados. E, no caso das necessárias melhorias no transporte coletivo, estas devem ser feitas prevendo a bicicleta, especialmente como opção para parte do trajeto. Eu desconfio das intenções de alguns governantes e donos de empresas de ônibus que propõem investimentos em transporte coletivo deixando de lado a opção da bicicleta.

  6. Eddy disse:

    Concordo integralmente com os números colocados no gráfico, porem acho ele um pouco tendencioso. Explico porque: Eu trabalho a 6 km da minha casa e vou de carro. Porque?
    Primeiro porque o transporte público que eu teria que usar me faz andar 1,5 km para chegar até a parada pela manhã e mais 1,5 km a tarde para voltar para casa. até ai tudo bem há quem diga: caminhar é bom, eu também concordo.
    Só que os horários dos onibus não são seguidos e as vezes fico 45 min. na parada esperando.
    Bom eu poderia ir de bicicleta. Sim poderia mas o trecho que eu usaria o transito de veiculos e caminhões é insuportavem e certamente seria atropelado mais dia, menos dia.
    Então a culpa do engarafamento não é dos carros e sim da falta que faz não ter alternativas para usar outro meio de locomoção.

    • Felipe X disse:

      6km é a distância que pedalo para meu trabalho aqui em POA… acho que precisas de uma ciclovia! Eu tenho a sorte de ter uma 😉

      • Eddy disse:

        Pois é Felipe só que o meu trecho é pela sertório. Tu deve conhecer.
        esta Avenida tá pedindo uma ciclovia a muito tempo e tem espaço pra isso.
        Só que andar de Bici ali é suicidio.
        Abraço

      • Felipe X disse:

        Bah, ali é tenso :\

    • Aldo M. disse:

      Há anos, o Cappellari falava que ia fazer a tal ciclovia da Sertório. Depois das eleições, sinto dizer, nunca mais ouvi ele falar do assunto. Esta ciclovia, bem como sua interligação à ciclovia da Ipiranga via um eixo norte-sul Pernambuco-Silva Só, faz parte da Rede Estrutural do Plano Cicloviário, e sua execução está por demais atrasada em relação à grande demanda de ciclistas que já existe. Creio que falta ao nosso Secretário Municipal dos Transportes (e Diretor da EPTC) a visão da bicicleta como meio de transporte.

  7. Marcelo Terça-Nada disse:

    Seria muito legal fazer um infográfico do volume de espaço gasto para estacionar veículos suficientes para transportar esse número de pessoas em diferentes modalidades…
    Considerando que as ruas (principalmente as de bairro) estão cada vez mais estreitas por conta de carros estacionados em todos os lugares. Se as avenidas engarrafam, os carros tentam trafegar por dentro dos bairros e devido ao volume de carros parados, todos os lugares ficam congestionados.
    Outro estudo interessante seria a área ocupada (nas ruas + em estacionamento) comparada com o tempo de uso. Um carro é usado 3h por dia e ocupa quanto espaço para transportar quantas pessoas? Para transportar o mesmo número de pessoas, quanto de espaço é ocupado por bicicleta, metrô, ônibus?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s