A extinção do espaço público.

Desenterrando um texto que escrevi seis anos atrás no blog O Cético, mais verdade do que nunca com a duplicação da Avenida Edvaldo Pereira Paiva, removendo espaço de parques e de outras áreas verdes:

 

townhall_700.jpg

Parece estranho dizer isso, mas o espaço público está acabando. O que antes era lugar de passeio, convívio social e lazer para todos hoje em dia é lugar de tráfego de veículos. É uma tendência mundial: as calçadas estão diminuindo e as ruas se alargando. O mundo é dos carros! Marginalizado, o pedestre fica agora confinado numa estreita faixa que ladeia as avenidas, respirando a fumaça dos automóveis (e cultivando um câncer de pulmão). Perdeu a preferência é desrespeitado pelos motoristas e ainda corre o risco de ser atropelado (mesmo na calçada).

traffic-jam.jpg

As praças e parques são hoje o pouco espaço público que restou. As ruas tornaram-se mero lugar de passagem, incômodo e barulhento. E os governos federal, estaduais e municipais são cúmplices dessas tendências gastando todo ano milhões de reais asfaltando ruas, alargando avenidas, construindo novos viadutos, veja aqui, por exemplo, os impactos causados pela construção da Terceira Perimetral em Porto Alegre, RS.

É preciso que as pessoas se dêem conta da importância (social, ambiental e de saúde) de se priorizar o tranporte público e coletivo, resgatando os espaços públicos abertos. É preciso que parem de acreditar nas mentiras das montadoras de que dizem que um carro vai facilitar sua vida. É preciso que as pessoas se dêem conta que se preocupar com o bem-estar coletivo, é se preocupar com o próprio bem-estar.

Menos carros nas ruas = mais espaço = menos congestionamento = menos tempo perdido = mais qualidade de vida.

Em tempo, um movimento interessante que trata da questão dos espaços públicos é o Reclaim the Streets.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , . Guardar link permanente.

16 respostas para A extinção do espaço público.

  1. Atilio disse:

    Agora a Redenção virou estacionamento. Neste último domingo, os carros, sob orientação da EPTC, estavam sendo estacionados sobre os gramados em frente ao Araújo Vianna. Absurdo.

    • Felipe X disse:

      Tem certeza? Li que EPTC finalmente começou a multar por lá.

      • Marceloo disse:

        Neste último a EPTC multou mais de 80 carros estacoinados na Redenção, então o que o Atílio diz simplesmente não procede.

        Por mais que a EPTC seja incompetente na fiscalização dos delitos de trânsito, dessa vez eles multaram.

        http://gaucha.clicrbs.com.br/rs/noticia-aberta/motoristas-sao-autuados-por-estacionarem-dentro-do-parque-da-redencao-2946.html

      • Atilio disse:

        Um esclarecimento: os agentes multaram depois que diversas pessoas ligaram insistentemente para a EPTC. Passava do meio-dia quando andei por lá.
        Nesse momento do dia, os carros estavam estacionados (entre eles, é claro, três veículos da EPTC) e os agentes estavam imóveis. Tanto é assim que, enquanto estive lá, carros iam estacionando no gramado, enquanto agentes da EPTC somente observavam. Como é que 80 carros entram no parque, estacionam sobre gramados, entre bancos, da maneira mais ostensiva e abusiva possível, e os agentes permitem isso? Por que os agentes não orientaram os motoristas, impedindo que entrassem no parque? Fica com isso ressaltada a hipótese de que, num primeiro momento, estavam permitindo o estacionamento. Dada a reação indignada dos usuários do Parque, devem ter mudado de ideia.

      • Felipe X disse:

        Te entendo, tá certo.

  2. Rodinei Porto disse:

    Na verdade, já faz um tempo que esta gestão vem fazendo um ataque aos espaços públicos, na medida em que desenvolve política de privatização destes espaços, impedindo através leis que os mesmos sejam utilizados pela sociedade civil organizada, para eventos artísticos e culturais gratuitos. A prioridade é destiná-los a iniciativa privada, como foi o caso do Araújo Vianna. No último domingo, como bem colocou Atilio, até o entorno do Araújo foi destinado para estacionamento de automóveis. Se bobearmos, irão transformar o Parque Farroupilha todo em um grande estacionamento. Não podemos nos conformar com isto, vamos continuar lutando contra este absurdo!!!

  3. Bolsonaro Pirado disse:

    parem de compartilhar campanhas em pró dos animais no facebook

  4. Guilherme disse:

    Uma correção ao texto: a tendência mundial hoje é justamente o contrário (ainda que a curva não esteja completa): reduzir o espaço ao automóvel e aumentar o espaço de lazer aos cidadãos. A tendência DE Porto Alegre é que é inversa.

  5. Nono disse:

    Acho que nem carros e nem bicicletas deveriam estacionar/trafegar em parques, já que estes não devem ser caminho para meios de transporte.

    • Marcelo disse:

      E se exercitar de bicicleta no parque, pode?

    • phrayres disse:

      Poxa, Nono… É geralmente nos parques que as crianças andam de bicicleta, às vezes a família toda, ainda mais nesses tempos com tão pouco espaço, pouco ou nenhum quintal, e ruas cada vez mais nervosas, mesmo as pequenas ruas residenciais.

      Respeitando o bom senso de que parque não é lugar de pedalar rápido, é um lugar de lazer por excelência. E mesmo nos deslocamentos diários, feliz de quem pode cruzar um parque, pegar um caminho mais tranquilo, sair um pouco do asfalto e concreto.

      Não acha? Abraços.

      • Marina disse:

        Pensando com essa lógica, caminhar também é uma forma de transporte. Acho que nos parques deve ser proibido veiculos automotores. Seja um carro ou uma motinho de criança. E a polícia, EPTC e Guarda Municipal nao deveriam ser excessão. A única excessão devia ser o trator de manutenção do próprio parque, que deveria ser elétrico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s