Espaço de lazer com os dias contados

Um belo exemplo da Teoria da Expansão dos Espaços de Lazer é algo que vem acontecendo há algum tempo no Parque Marinha do Brasil, junto à pista de skate, onde o asfalto abundante, de ótima qualidade, e bloqueado ao tráfego tem servido de ponto de encontro para dezenas ou centenas de pessoas que ali vão para andar de skate, patins, bicicleta, ou simplesmente sentarem nas cadeiras de praia e tomar chimarrão.

Paradoxalmente, muitas dessas pessoas vão até ali de carro, pois o espaço é uma farta oferta de estacionamento. Entretanto, o objetivo que as leva ali na realidade é porque a avenida ainda NÃO está aberta, pois assim elas podem circular tranquilamente, atravessar sem grandes cuidados, conversar sem grandes ruídos…

Entretanto, esse espaço que foi tão ávida e naturalmente adotado por essas pessoas como espaço alternativo de lazer, faz parte de uma obra que avança rapidamente (construção da segunda ponte sobre o Arroio Dilúvio e duplicação da Av. Beira-Rio), e assim que essas obras forem concluídas, a rua de lazer improvisada de hoje se transformará em mais uma auto-estrada, causando uma divisão adicional nos dois dos espaços de lazer mais valorizados daquela região: a pista de caminhada da orla, e o Parque Marinha do Brasil.

O lugar que atualmente atrai tantas pessoas, devido à acessibilidade dos carros, será magicamente eliminado para que passem… carros!

Realmente espera-se que as pessoas que se habituaram a ir lá e estacionar lá sintam MUITA FALTA daquele lugar, a ponto de se disporem a reivindicá-lo de volta. E de preferência, que reflitam a respeito da batalha traiçoeira que se trava diante dos nossos narizes, entre o uso da orla como espaço nobre de lazer versus seu uso como auto-estrada.

Como um sinal de nostalgia antecipada, deixo meu registro fotográfico. E que o asfalto nos seja leve.

Lazer improvisado nas obras da Av. Beira-Rio (Parque Marinha)
Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Espaço de lazer com os dias contados

  1. Felipe X disse:

    é impressionante como qualquer trechinho de chão com calçamento adequado é rápidamente ocupado pelas pessoas. Existe muita demanda para isso mas os governos continuam fazendo vista grossa :\

    • Pablo disse:

      É que quem tem o poder de mudar isso está rodeado de acessores, CCs e outros puxa-saco que acabam deixando-os totalmente conectados com a realidade. A prova disso foi a frase “as pessoas não usam as árvores”. Que raio de acessores são esses que deixam o Fortunati falar uma coisa dessas?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s