Assessor de Comunicação da prefeitura critica organização do Fórum Mundial da Bicicleta

Poti Silveira Campos, Assessor de Comunicação da Secretaria Municipal de Governança Local (SMGL), criticou a organização do 2º Fórum Mundial da Bicicleta em sua página no Facebook:

poti

O ataque é obviamente ao 2º Fórum Mundial da Bicicleta, que está realizando uma campanha de financiamento coletivo para, entre outras coisas, financiar as passagens de convidados internacionais.

Quem são esses especialistas que a EPTC trouxe? Por que será que os “cicloativistas” não compareceram nesse debate? Poderia ser porque eles não sabiam? Onde ele foi divulgado? Certamente nós teríamos divulgado aqui no blog se tivéssemos ficado sabendo deste evento, como sempre divulgamos todo debate sobre mobilidade que temos ciência.

Por que será essa implicância de Poti com a organização do Fórum Mundial da Bicicleta, evento do qual ele inclusive participou do ano passado e possui até um álbum de fotos online? Poderia ser porque ano passado o evento aconteceu na Usina do Gasômetro (que é do município) e contava com o apoio da prefeitura e da SMGL, e esse ano o evento será na Casa de Cultura Mário Quintana (CCMQ), que pertence ao governo do estado?

Cabe ressaltar que o Fórum Mundial da Bicicleta, é organizado de forma completamente aberta, horizontal e independente e só trocou de local pois a CCMQ oferece melhor infra-estrutura para as oficinas e palestras: salas fechadas com sistema de som e duas salas de teatro, enquanto que na Usina do Gasômetro o FMB teve que acontecer em áreas abertas, o que ocasionou sérios problemas de acústica.

Quem é o birrento, afinal?

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

21 respostas para Assessor de Comunicação da prefeitura critica organização do Fórum Mundial da Bicicleta

  1. Felipe X disse:

    Eu ia perguntar, que evento foi esse da EPTC? E por que a implicância com um evento independente?

  2. Gustav disse:

    Aparentemente esse “assessor de COMUNICAÇÃO” acabou de assinar um atestado de incompetência, demonstrando que foi incapaz de COMUNICAR esse tal debate misterioso.

  3. diegomoal disse:

    Ciúmes. Homem ciumento é triste. Eu não soube do tal evento.

  4. Bagual disse:

    Pois é, que evento foi esse?
    Onde foi divulgado?
    Quem foram os convidados da EPTC?
    O que se descutiu lá?
    A que conclusões chegaram?
    Existe algum vídeo das palestras dos convidados?

    Eu deu (míseros) R$ 10 para o financiamento da 2º FMB!

  5. Marcus Brito disse:

    Devagar, pessoal. Podemos criticar o Poti por essa desastrada declaração sim, ainda mais considerando que o trabalho dele seria divulgar o tal debate que pelo visto ninguém ficou sabendo. Poti, não critique a falta de participação dos cicloativistas quando eles nunca foram convidados.

    O que não vamos criticar a contribuição financeira dele para o 2º FMB. Todo mundo aqui sabe como qualquer ajuda, por menor que seja, faz diferença — essa é a ideia no fundo de toda campanha de financiamento coletivo, a ideia de que aos poucos, um pilinha aqui, um pilinha ali, conseguimos fazer algo grande. A contribuição do Poti, como a de qualquer outra pessoa, deve ser agradecida. Poti, muito obrigado.

  6. Gustavo disse:

    Aparentemente foi durante o fórum social temático, final de janeiro: http://www2.portoalegre.rs.gov.br/cs/default.php?p_noticia=158110

    E acho que ele ficou com birra porque ele organizou e ninguém apareceu. Eu também não fiquei sabendo, uma pena. Faltou comunicação.

    Fico perguntando o que a EPTC aprende com esses debates, encontros com a comunidade ciclística e tudo mais. Nada que eles venham aplicando efetivamente na cidade, com certeza.

  7. mandras disse:

    esse cara nao tinha ajudado no forum passado? qual é a dele?

  8. Marcus Brito disse:

    Outra coisa: a organização do FMB deve também estar aberta a pelo menos ouvir críticas, que claro, sempre vão acontecer. O Poti tem lá suas razões para estar insatisfeito, e tem todo o direito de expressá-las, principalmente em sua capacidade como indivíduo e não como assessor (o post foi em seu perfil pessoal).

    Como é mesmo que dizíamos? Mais amor?

    • Marcelo disse:

      Eu particularmente não estou sendo desamoroso com ele. Só não posso aceitar calado que ele, principalmente sendo representante da prefeitura, fale absurdos deste nível, desqualificando pessoas que lutam por uma cidade melhor para todos acima de qualquer partidarismo ou birrinha política.

    • Antônio Soares disse:

      Já faz tempo que essa pessoa lança insinuações ou acusações sem dizer a quem ,obviamente dirigidas ao Marcelo Sgarbossa (no estilo covarde da indiretinha). No facebook, ele escreveu:

      “Eu já sei o que vou ser quando crescer: vou ser vereador em Porto Alegre! Ganhar grana e não fazer coisa nenhuma (mas quero ressaltar que isso não vale para todos os vereadores)”

      Alguém sabe se o Marcelo-vereador roubou alguma namorada dele? Porque parece picuinha pessoal. Ou então ele ficou magoado porque queria ser ele o representante dos ciclistas e levou uma rasteira do Marcelo. Desde a campanha, ele vem falando contra o Marcelo sempre com indiretas.

    • Antônio Soares disse:

      Marcus, fiquei curioso com a parte “o Poti tem lá suas razões para estar insatisfeito”… sabes quais são? abs

    • heltonbiker disse:

      Só para constar, será que vale a pena (e que este blog é o lugar) para ficar tecendo especulações em nível pessoal sobre terceiros? Em especial, sobre o Poti e o Sgarbossa, devidamente vinculados a seus cargos? Me parece que poderíamos concentrar nossas atividades de debate em problemas mais amplos e mais nobres. Mas, claro, essa é minha opinião, e o assunto é debatível, como sempre.

      • Antônio Soares disse:

        Concordo, Helton, até porque foi bem irritante durante a campanha eleitoral certos ataques pessoais ao Marcelo por pessoas que usavam as redes sociais para tentar atingi-lo. De fato, é hora de se superar as questões pessoais e lutar pelo que interessa, uma cidade melhor para se viver e pedalar. Mas é bom chamar atenção das pessoas sobre o papel ridículo que fazem quando levam para o espaço público suas questões menores. E assim este blog pode fazer esse favor a elas.

  9. Marcelo disse:

    Por sinal, se o Poti estiver lendo estes comentários eu queria deixar claro para ele que, como colaborador deste blog, faço questão de divulgar todo e qualquer debate sobre bicicletas e mobilidade organizado pela PMPA, é só enviar para o meu e-mail, que ele tem, ou deixar comentário aqui no site. O grande problema, do meu ponto de vista, é que a prefeitura não quer dialogar com os “cicloativistas” inclusive fechou uma excelente porta de diálogo, que eram as reuniões mensais com a EPTC.

  10. lobodopampa disse:

    Bem, nem vou entrar na questão do linguajar utilizado pelo assessor do Busatto.

    Vamos aos fatos. Eis a lista de convidados do evento promovido pela EPTC (e muito mal-divulgado, parece que ninguém aqui ficou sabendo, e olha que os “cicloativistas” são MUITO ligados no noticiário). Ao que me conste, nenhum dos nomes abaixo está na lista de convidados do II FMB (alguém me corrija se necessário). Portanto, é uma inverdade E uma bobagem dizer que estaríamos pedindo $ pra trazer essas mesmas pessoas:

    – João Fontini Albano, doutor em Sistema de Transporte e Logística e professor da Ufrgs
    – Guto King, arquiteto e urbanista da Secretaria de Gestão e Mobilidade de Pelotas/RS
    – Maria Lúcia Navarro, gerente do Programa Cicloviário da Secretaria do Meio Ambiente do Rio de Janeiro
    – Renee Nycolaas, arquiteta holandesa

    Sobre a pessoa do jornalista Poti Campos, assessor do secretários Busatto (que ficou famoso pela frase “lei tem muitas”), tenho a dizer de factual o seguinte:

    ele estava presente àquela famosa audiência no MP, na qual uns dez bravos “cicloativistas” deram a cara pra bater, e na qual a EPTC/PMPA tentou CRIMINALIZAR a Massa Crítica, e se deu mal.

    https://vadebici.wordpress.com/2011/12/29/audiencia-no-mp-relato-preliminar/

    Poti apresentou-se como jornalista e entusiasta do ciclismo (ao que tudo indica, ele não se considera um “cicloativista”, o que aliás acho correto, ele não é mesmo), não mencionando o fato de estar já ligado ao Secretário Busatto na época. Sua fala foi sutil mas claramente uma fala anti-Massa, tentando (sem sucesso) dar algum oxigênio às fracas teses governistas no caso. Lembro claramente de uma analogia muito forçada que ele tentou estabelecer entre a Massa e um grupo de passeio de Lajeado, que na visão dele seria um modelo viável para a Massa, visto ter um trajeto pré-definido e “funcionar muito bem”.

    Agora, cá pra nós:

    eu estou de SACO CHEIO com esses governistas de internet que tacham TODA e QUALQUER crítica ao governo, por mais justa, bem-embasada e coerente que seja, de “oposição” – querem desesperadamente PARTIDARIZAR todas as discussões sobre a coisa pública; mas NÃO VÃO CONSEGUIR!

    Não tenho nem nunca tive filiação partidária, não tenho nem nunca tive CC, e sei que a imensa maioria dos “cicloativistas”, bem como dos ativistas em geral, está na mesma situação.

    • Marcelo disse:

      Hmmm. É possível que a Maria Lúcia Navarro venha para o FMB, mas não é confirmado ainda e essa informação não havia sido divulgada, não sei como ele ficou sabendo, mas enfim, o FMB é transparente e qualquer pessoa pode participar das reuniões até governistas incondicionais, que apóiam as piores atrocidades da prefeitura, como o Poti, serão bem-vindos na reunião se resolverem dar as caras.

      Só uma pequena correção. Não foi o Busatto que falou “lei tem várias” foi o Vanderlei Capellari. Mas não sei qual é o pior, o Busatto só é mais célebre.

      • lobodopampa disse:

        tem certeza Marcelo? tenho a nítida lembrança que essa frase saiu da boca do Busatto. Capelari ficou famoso por dizer que se “desse” mais 30 cm para a ciclofaixa da Loureiro “o trânsito pararia” e “o prefeito não se reelegeria”. É isso que eu lembro. Como está tudo gravado, é fácil conferir – não estamos aqui criando boatos 😉

      • Felipe Koch disse:

        Também tenho a lembrança da fala ser do Busatto. Até porque quando o Busatto está presente o Capellari fica só de acompanhante, geralmente de cabeça baixa, talvez pelo constrangimento de ouvir tanta demagogia e promessas que não serão cumpridas. de qualquer maneira lembro que o Capellari concordou com a frase, também porque quem cala consente e porque parece ser um senso comum a este governo o desprezo, pouco caso e até mesmo ironia com a lei.

      • heltonbiker disse:

        Eu fiz uma transcrição, naquela época, de acordo com a gravação divulgada pelo Sérgio Kalil no Soundcloud, e foi o BUSATTO que falou “lei tem várias”, quando disseram pra ele que uma determinada lei não estava sendo cumprida pela prefeitura, e ele lembrou que existem várias leis no Brasil que não são cumpridas, então lei por lei, essa do plano diretor seria mais uma das que não são cumpridas, e isso não deveria causar tanto espanto.

      • heltonbiker disse:

        O link com as transcrições está aqui: https://soundcloud.com/reuniaoeptc;
        E, de fato, o Capellari alegou como argumento para o dimensionamento da ciclofaixa da Loureiro o impacto que isso teria sobre as chances de reeleição do prefeito:
        (Cappellari:) “Agora, se o governo realmente decidir fazer isso, colocar uma ciclovia de um metro e oitenta, mostraria claramente que o automóvel aqui não teria mais a prioridade que tem. Mas é uma cidade, e eu vou dizer uma coisa pra ti, o prefeito não seria mais re-eleito.”

  11. Pablo disse:

    Como esse cara é rasteiro! Agora todo mundo que não comparece à reunião sei lá do que é “oposição”? Que mania de achar que todo mundo tem partido! Eu não tenho partido, tenho princípios!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s