A Nova Ciclovia da 7 de Setembro

Alguns registros feitos por usuários da novíssima ciclovia da Rua 7 de Setembro.

Ciclovia da 7 de Setembro

Ciclovia da 7 de Setembro

foto: Aline Brandão

 

Ciclovia da 7 de Setembro

Ciclovia da 7 de Setembro

foto: Laura Cattani

foto: Laura Cattani

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

66 respostas para A Nova Ciclovia da 7 de Setembro

  1. Felipe X disse:

    Meu deus, que coisa ridícula aquela lixeira. Os buracos dispensam comentários.

  2. Alex disse:

    Tem que botar o Carrolari pra pedalar nela……

  3. Pablo disse:

    A lixeira é fácil, só colocar ela na vaga de estacionamento, um pouco mais a esquerda. Agora os buracos, poderiam colocar umas pás de asfalto ali para arrumar.

  4. walescko disse:

    acho que eles estão fazendo um curso de pintura…

  5. Lívia disse:

    ciclovia cinzeiro, de acordo com uma das fotos.

  6. Tiago disse:

    Passei por lá e vi a situação lamentável da nova ciclovia, no entanto, discordo de publicar a foto com a lixeira, visto que a obra não foi terminada ainda e a lixeira provavelmente será retirada. Acho que as críticas devem ser feitas àquilo que realmente está errado e não aumentar os problemas. Espero que a pressão pública faça que sejam feitas as correções na via.

    • sergiok disse:

      Tiago, naquele trecho onde tem a lixeira tudo indica que a ciclovia está pronta.
      Não há nada que indique o contrário e já tem muita gente usando.

      • Tiago disse:

        Uma obra pública está pronta quando é liberada pelo poder que a regula. Parecer pronta não é estar pronta.No entanto, talvez eu esteja errado e realmente eles inauguraram uma ciclovia com uma lixeira no meio, mas “daí” é difícil de acreditar e a incompetência seria maior do que a que eu imagino.

      • Marcelo disse:

        Se a ciclovia, não está pronta, tem que estar fechada com cavaletes e avisos de obras.

      • heltonbiker disse:

        A respeito dos cavaletes em obra não-pronta, vale lembrar a situação absurda da calçada que percorre a orla junto ao Estádio Beira-Rio, que não apresenta condições adequadas E nem sinalização. Outro dia vi um caminhão manobrando de ré, e não havia sequer um funcionário da Toniolo Busnello para sinalizar o caminhão, enquanto muitos pedestres e ciclistas o contornavam pelo canto se espremento em um espaço mínimo, tudo ao mesmo tempo e muito perto um do outro. Ou seja, alguma coisa está muito errada na forma como a Prefeitura autoriza, terceiriza e gerencia alguns serviços, e na forma como a população não só tolera como não se surpreende com isso.

  7. Márcia Lima disse:

    assim é barbada fazer ciclovia, só passar tinta vermelha e deu.

  8. gabriel disse:

    os caras acham que é só pintar de vermelho?

  9. Wilian Weiler disse:

    Vim para Porto Alegre para prestar o vestibular da UFRGS e para não gastar com táxi, estou usando as bicicletas do sistema BikePoA. Realmente esse sistema foi uma ótima ideia, mas sinto falta de ciclovias. andar de bicicleta entre os carros não é nada agradável, e muito menos seguro. Na Borges de Medeiros então, já passei por alguns perrengues nesses três dias que estou usando o BikePoA. Imagino como deve ser difícil usar a bicicleta diariamente para se locomover em Porto Alegre. Vamos lá, Fortunati, PoA precisa de ciclovias! E que não sejam como a destas fotos, por favor.

  10. giovanni disse:

    eu sou totalmente contra essa gestão da capital, mas uma coisa tem q ser dita, passaram varios e varios governos e nenhum fez porra nenhuma, esse pelo menos ta tentando fazer algo (em relação a nós que pedalamos), o que nao quer dizer que qualquer porcaria seja bom para nós, se fizer, tem q ser bem feito.

    • heltonbiker disse:

      Concordo com o Giovanni, uma pena é que, com o modelo de alargamentos, construção de viadutos, duplicações, rótulas e trincheiras, em termos de mobilidade sustentável a gestão Fortunati dá duas pedaladas pra frente e em seguida anda quilômetros de ré num Camaro Amarelo.

  11. Diego Barrios disse:

    Quando não tem, reclamam.

    Quando tem, reclamam também. A vá…

    • lobodopampa disse:

      É verdade.

      Não tem nada pra reclamar em Porto Alegre.

      Não sei porque tanta gente reclama das avenidas e do trânsito; muito menos sei porque a Prefeitura está gastando centenas de milhões do NOSSO dinheiro para ALARGAR mais ainda essas avenidas e fazer viadutos e trincheiras;

      pois afinal, essas vias JÁ EXISTEM! Já tem como ir de carro com perfeito conforto e segurança a qualquer lugar da cidade! pra que investir tanto $ a mais nisso, se somos um país pobre que não consegue educar o povo nem proporcionar transporte público de qualidade?

      é muita reclamação mesmo…

    • Diego Macedo disse:

      Pelo jeito não tens a mínima noção do que é pedalar em uma cidade que ainda não aceita a bicicleta como meio de transporte. Tu deve ser mais um que acha que QUALQUER PORCARIA DE CICLOCOISA FEITA NAS COXA PRA PEDALAR e tirar esse chatos do caminho tá bom!

      • lobodopampa disse:

        Isso mesmo. E esses chatos estão se multiplicando feito baratas. Será que é só no verão? O povo quer saber. As bicicletas de aluguel estão tendo um efeito adverso não programado: o povo realmente as está usando, e em massa! Falta bicicleta nas estações, mesmo com o sistema elitista e complicado que exige celular e cartão de crédito. Imagina, barata com cartão de crédito. Onde vou botar meu SUV desse jeito.

  12. Marcelo disse:

    O Governo do Fortunati é uma inspiração para quem ada de bicicleta. Até as lixeiras querem usar a ciclovia. Que lindo!

  13. Pinu disse:

    Ah, mas numa foto aérea, pra fazer propaganda do trabalho lindo da Prefeitura, vai ser a coisa mais linda!

  14. Ezequiel F. Santos disse:

    Má-fé colocar a foto da lixeira. Ela foi tirada no domingo e ontem já estava tudo em ordem.

    A ciclovia NÃO está acabada. Não foram realizadas sinalizações na pista (aquelas bicicletas brancas que tem na ciclo da ipiranga) ou mesmo a pintura dos trechos que ligam as esquinas. Salvo melhor juízo, ela foi iniciada no sábado (e, de novo, vocês estão postando fotos tiradas no domingo…).

    Tem um pequeno absurdo que, pelo visto, não foi capturado pelo fotógrafo: um gerador gigante no meio ciclovia. Ele é mantido pelo Santander, apesar de a prefeitura ter realizado diversos pedidos para que ele fosse retirado. Claro que, como não é culpa da Prefeitura, não há reclamações.

    Antes de uma crítica construtiva, este post reflete um ataque infantil que tira a credibilidade das reivindicações dos ciclistas urbanos. Esperem acabar a obra para reclamar dela, ou, ao menos, não façam de forma tendenciosa.

    PS.: Já pensaram em mandar um e-mail pro Marcelo Sgarbossa antes de sair postando coisas assim?

    • Marcelo disse:

      Ezequiel, se a ciclovia não está acabada, ela deveria estar fechada para o trânsito, com caveletes, cones, etc.

      • Ezequiel F. Santos disse:

        Já tentou deixar um cavalete bloqueando o caminho no Centro? Quanto tempo tu achas que ele fica no lugar?

      • Marcelo disse:

        Isso não é desculpa, Ezequiel. Se a via não está pronta para uso, é obrigação da prefeitura isolá-la, para garantir a segurança de todos. Para dar um exemplo extremo: imagina quando estiverem fazendo as obras do metrô, cai um carro no buraco do metrô e a prefeitura usa a justificativa de que alguém tirou o cavalete. Não, né?

    • lobodopampa disse:

      É mesmo. Vou mandar emeio pro Marcelo Sgarbossa resolver todos os problemas cicloviários da cidade. É pra isso mesmo que serve um vereador, né? Puxa, isso vai me fazer poupar MUITO tempo; sem mais essa de se ocupar da própria vida, da minha própria cidade, sem mobilizações, discussões, análise, informação, sonhos, propostas, críticas.

      E é muita má fé mesmo. Lógico que aquela lixerazinha ali foi o único descuido da admnistração Fortunati-Capelari-Corleone. O resto tá perfeito; eles conseguiram até fazer 1 metro virar 1 metro e meio. Eles são tão geniais que conseguem burlar suas próprias normas, especificações, e leis.

      É muita má fé enxergar má fé nisso.

      Vamos escrever pro Sgarbossa!

    • Diego Macedo disse:

      Vou desenhar pra ti Ezequiel. A foto do container é uma espécie de alerta do tipo “vamos ficar atentos pessoal – não vamos deixar que eles deixem essa coisa aí”. E outra: não precisamos esperar que tudo “fique pronto” pra apontar as barbeiragens que já são visíveis em uma obra (nesse caso, os buracos). Acredito que que o container vá sair também, mas desta administração que já deixou poste no meio de outra ciclocoisa, eu não duvido nada!

    • Aline disse:

      Acho que se não está pronta, a primeira coisa a fazer não seria a pintura, para deixar com cara de pronta. Qualquer um imagina que a pintura seria a última coisa, antes de reparos no asfalto, concreto, ou até mesmo colocar uma lixeira em cima de algo já pintado. Creio que não seja má fé nenhuma postar as fotos, pois no mínimo, demonstram a falta de gestão de intervenções que estão aí pra todos verem mesmo, afinal são públicas. Pior é termos acesso, e não enxergarmos que é óbvio.

  15. adriano disse:

    Como pode passar tinta vermelha no chão custar tanto e demorar todo este tempo?

  16. Netto disse:

    Esta não é uma reclamação atoa. Poxa será que não teve nenhum engenheiro ou coisa parecida pra pesquisar e executar essa obra de forma correta? Pq pintar uma pista de vermelho (inclusive os buracos) fica fácil! E outra: se fosse aberta uma nova rua, cheia de desníveis e falhas no asfalto, com certeza muitos motoristas tb fariam criticas. Mas não, como é pra “bicicleteiro” pode ser feito nas coxas mesmo… Já que vão fazer, que seja conforme nos padrões.

    • walescko disse:

      feito “nas coxas” porque os bicicleteiros usam as coxas…

      me desculpem o trocadilho…

      mas realmente pintar buraco para depois tapar. se não fossem as denúncias feitas no blog aqui e nas redes sociais, isso iria passar..

  17. Ademir Gomes de Oliveira disse:

    As criticas são válidas e devem ser interpretadas como construtivas. Porém sob um ângulo deve ser observado, ou seja, os recursos públicos são escassos e as necessidades infinitas. O gestor público em determinado momento tem que optar, onde aplicar os parcos recursos, utilizando a máxima custo x benefício e atender o emergencial. Num primeiro momento temos que aceitar essa iniciativa, pois melhor isso do que nada. Amanhã acompanhando o desenrolar vamos solicitar os reparos e a ampliação. Temos que ter paciência, compreensão e muita perceverança. Em nossa cidade ainda faltam muitas coisas, como por exemplo a racionalização do transpoe coletivo., buscando o ideal de aumentar a malha de tal forma que seja o máximo 5 minutos a espera do coletivo. Vamos à luta temos que fazer do portinho a melhor cidade para se viver.

    • Marcelo disse:

      O problema é que já existe até lei que reserva dinheiro para isso, mas não é cumprida.

    • Lisa disse:

      que a tinta não seja aquela esmaltada novamente (como a da ciclofaixa da ipiranga). Imaginem dia de chuva no centro, com tudas as ruas alagando e a pista escorregadia, vai ser uma “beleza”…

      • lobodopampa disse:

        Ah, não te preocupa. O sol racha e a chuva lava. Lá na Diário de Notícias – no único trechinho que é asfaltado e pintado – a tinta já é apenas uma memória. Mesmo assim atrai caminhantes, corredores e cachorreiros, como papel mata-moscas.

  18. Guilherme disse:

    Imagina o que diria um português a respeito (a da lixeira é pra matar) … “Depoix falam di nóix, ora poix”.

  19. samoel disse:

    É claro que não esta pronta, mas a da Icaraí esta pronta e também merece algumas fotos.

  20. Pablo disse:

    Parabéns ao pessoal do vadebici. Blog divulgado na Zero Hora e o principal, promovendo a mudança! Da Zero Hora

    “Nesta quarta-feira, técnicos da Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov) e da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) deverão percorrer o trajeto para identificar falhas no piso e providenciar o nivelamento. Até a inauguração, os contêineres de lixo, antes localizados junto ao meio-fio, deverão ser deslocados para a pista dos veículos.

    Quanto ao gerador, usado para suprir de energia um prédio com instalações elétricas arruinadas, também sairá do meio da ciclofaixa. A previsão é de que o equipamento seja transferido para o outro lado da rua.”

    Parabéns mesmo galera! Baita trabalho!

    • ana_bici disse:

      Até que enfim a ZH utiliza uma fonte de informação descente.

    • Ricardo disse:

      Se é realmente verdade que as falhas no piso serão corrigidas,o conteiner e o gerador serão retirados,então é vitória mesmo!

    • Diego Canto Macedo disse:

      O container e o gerador TEM que sair. É o mínimo que se espera. O que não gostei de ficar sabendo é que mais uma vez ( a exemplo da Icaraí ) vão preservar um estacionamento colado na ciclovia. Querem agradar ciclistas e motoristas ao mesmo tempo (eles ainda não entenderam que numa região como o centro de poa não tem como fazer isso).

    • lobodopampa disse:

      Hmmm.

      Isso deve ser alguma conspiração.

      RBS cooptando o Vá de Bici.

      Quero a lixeria de volta!

      No pasarán!

  21. Marcia disse:

    Eu esperava de uma ciclovia na Av. Sete de Setembro algo mais do que somente pintar o asfalto de vermelho e delimitar o espaço com 2 faixas brancas. Antes de ter sido pintada tinha que ser feito reparos, nivelamentos. Acredito que para começar está bom se não for o fato que uma obra desta deve ter tido um custo altíssimo em função das tão conhecidas licitações das prefeituras. As que utilizam pregões eletrônicos economizam e ganham produtos de baixa qualidade e os que não são feitas desta maneira ganham …. quem ganha mesmo????? O povo é o que menos ganha…

  22. Fernando disse:

    Pessoal, sabemos que a EPTC não vai atrás dos problemas para tentar resolvê-los, então vamos fazer que os problemas chegem até eles de um modo que não possam ignorar: http://www1.portoalegre.rs.gov.br/falaportoalegre/sic/solicitaCidadao_old.aspx?Codigo=73090

    Se bastante gente fizer o pedido para tapar os buracos, podemos conseguir algum resultado.

  23. Fabian disse:

    Neste caso de apenas uma faixa pintada não seria uma “clicofaixa” e não “ciclovia”? (http://vadebike.org/2011/05/ciclovia-ciclofaixa-ciclo-rota-e-espaco-compartilhado/)

  24. O que eu me pergunto é bem concreto e não tem contestação possível:
    – como foi feito um projeto sem relevamento de terreno prevendo todas as falhas,
    – como foi executado o projeto sem relevamento ao ponto de todas as falhas terem sido pintadas e não reparadas, com a tinta vermelha.
    Isto prova definitivamente que quem faz projeto não vá no local, não observa o terreno, não faz relevamento do terreno; quer dizer projeto aceita qualquer coisa, mas execução acabam de provar aceita qualquer coisa.
    Está triste este negócio, lamentável. Saúde a todos.

    • André Gomide disse:

      Ando meio sumido…muitos sabem minha opinião. Concordo com o colega Martinez. Os buracos na “ciclovia” são a prova cabal do desleixo que as obras públicas em POA são realizadas….NÂO EXISTE NENHUMA FISCALIZAÇÂO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
      Será que alguém que lê o nosso blog, que não seja um macaco domesticado, consegue entender isto?????
      Não reclamo somente pq sou usuário de bike…reclamo pq sou cidadão, contribuinte…dinheiro público mal gasto é dinheiro no ralo….gastaram com a pintura da “ciclo” e terão que refazer a pintura…pois graças a Deus alguém estava lá para fazer o papel da prefeitura. Pois ninguém aqui é criança e infantil para achar que não seria inaugurada assim, com buracos, como foi na restinga, bairro mais humilde que não havia quem gritasse por eles. O resultado está lá…poste e parada de ônibus no meio da “calçadovia” da restinga.
      Senhor jornalista que lê o blog, sugiro que pegue um carro da sua empresa e dê um passeio até a restinga…ótima sugestão de pauta, fale por aqueles que não tem voz .

    • Alex disse:

      O “projetista” não se deu o trabalho de ir no local pessoalmente muito menos olhar o local via Google Street View!

      É sim lamentável!

  25. André Gomide disse:

    sinceramente, ele é oposição na câmara, o que ele pode fazer é o que já deve estar fazendo…reclamar…fiscalizar( tarefa precípua de um vereador ); mas não tenho procuração de ninguém…se não fizer devemos reclamar com ele.
    não tenho a ilusão de que agora como temos um representante ciclista na CÃmara nossos problemas acabaram…acredito muito na força da política comunitária que é o que fazemos aqui neste blog mesmo sem perceber…sem partidarismo, cobrando e apontando problemas e soluções.
    Att.
    André Gomide

  26. André Gomide disse:

    Só por curiosidade:
    O termo política é derivado do grego antigo πολιτεία (politeía), que indicava todos os procedimentos relativos à pólis, ou cidade-Estado. Por extensão, poderia significar tanto cidade-Estado quanto SOCIEDADE, COMUNIDADE, COLETIVIDADE e outras definições referentes à vida urbana.
    fonte Wiki.

  27. Pingback: Ciclovia ainda não inaugurada terá que ser completamente repintada. | Vá de Bici

  28. JPedro disse:

    Alguém sabe o nome dessa empresa que ganhou a licitação??? esse dinheiro é nosso, vamos cobrar desses incompetentes!!!

  29. Laura disse:

    Oi, só queria esclarecer uma coisa: eu fiz apenas a última foto, e foi no dia 12 de janeiro . Embora não tivesse sido oficialmente inaugurada, os cones, cavaletes e faixas de isolamento já haviam sido retirados, o que sinaliza que a obra está pronta para uso – logo, deveria estar em condições adequadas. E quanto à pintar os buracos, bem, nem há o que comentar…

  30. André Gomide disse:

    É possível uma chegada até a promotoria de urbanismo( se não me engano ) para uma denúncia sobre improbidade administrativa(Lei 8429).

    Art. 5° Ocorrendo lesão ao patrimônio público por” ação ou omissão”, dolosa ou culposa, do agente ou de terceiro, dar-se-á o integral ressarcimento do dano.
    Art. 7° Quando o ato de improbidade causar “lesão ao patrimônio público” ou ensejar enriquecimento ilícito, caberá a autoridade administrativa responsável pelo inquérito representar ao Ministério Público, para a indisponibilidade dos bens do indiciado.

  31. Neli Colombo disse:

    Então, essas férias do Fortunati estariam enquadradas na Lei 8429 (improbidade administrativa)!?

  32. Catia disse:

    Falta de vergonha da administração da prefeitura!! Multa neles.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s