Hoje: Reunião de organização do 2º FMB – participe!

Nesta segunda-feira (08/10), terá reunião de organização do 2º Fórum Mundial da Bicicleta. O encontro é aberto para todas as pessoas que tem interesse em participar e colaborar de alguma forma com o evento.

A reunião será realizada na Cidade da Bicicleta (Rua Marcílio Dias, 1091 – Bairro Menino Deus – Porto Alegre/RS), a partir das 19h30.

Estarão em pauta os seguintes assuntos:

– Andamento das Recompensas do 1º FMB;
– Convidados: lista de possíveis novos convidados, definição de prioridades nesta questão;
– Cronograma de divulgação do 2º FMB  – que terá como data inicial o início da distribuição das recompensas;
– Definição dos grupos de coordenação para diferentes tarefas relativas ao 2º FMB.

Fica o convite, apareça e participe!

Acesse também o fórum online de discussões: http://forum.forummundialdabici.com/

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , . Guardar link permanente.

9 respostas para Hoje: Reunião de organização do 2º FMB – participe!

  1. Jeferson disse:

    Parabéns ao Marcelo e aos ciclistas urbanos. Diversos nomes na nova Câmara apoiam o uso de bicicleta (PT, PSOL, PCdoB, possivelmente PSB). Alguns nomes do PDT talvez componham uma frente nesse sentido, caso o prefeito não baixe ordens em sentido contrário.

    Minha visão é que há mais espaço e possibilidades políticas para começar a repensar a cidade e difundir práticas sustentáveis.

  2. Pablo disse:

    Offtopic: Sugiro que o blog faça uma entrevista com Marcelo Sgarbossa sobre suas propostas e iniciativas para nós, os ciclistas. Sei que muitos não gostam dele e o consideram oportunista, mas de qualquer forma, fora ele, acho que não temos ninguém mais que possa levar nossas necessidades ao poder público. Além do mais, uma entrevista aqui é a oportunidade de “pressionarmos” por nossas necessidades.

    • andre gomide disse:

      o negócio deve ser pessoal

    • artur elias disse:

      Apenas uma correção – ou melhor, um chute calculado – não são “muitos”. São poucos, pouquíssimos na verdade, mas tem UM que fez MUITO barulho e um baita estrago. Eu consideraria um processo por calúnia e difamação.

      • Pablo disse:

        Obrigado pela correção… Na verdade há muitos que são contra ciclovias que dizem que a movimentação em favor a bicicleta está politizada. Eu digo o contrário, a política se bicicletou, afinal o Fortunati não foi pedalar por que gostava, foi porque precisava!

        De qualquer forma acho importante o “Vá de bici” manter-se de lado da política, mas usar a política em favor da bicicleta e isso inclui os nomes que mais se afinam conosco.

      • Ciúmes talvez? Acompanhei o ataque ao Marcelo. Bem triste.

  3. Hoje é um dia feliz, colocamos nossa primeira semente na câmara municipal de Porto Alegre na luta por uma cidade mais sustentável, nos precisávamos muito disto, muito mesmo; não tem como promover uma revolução democrática, no comportamento da cidade, sem estarmos envolvidos no jogo democrático. A doação do Marcelo Sgarbossa pelo movimento dos usuários da bicicleta, pelos direitos humanos e pela vida sustentável é um exemplo para todos nos como cidadãos e digno de elogios. Quem não gosta de nada disto deve estar triste porque muitos que eram reais representantes de interesses diferentes destes, não se reelegeram e certamente ficarão no caminho. Marcelo Professor Universitário, advogado, ex-ciclista profissional, esportista, fundador do Lappus e de tantas outras iniciativas, tem mesmo que contar com o nosso apoio e está em nos ajudar ele a exercer o seu mandato com iniciativas, participação e principalmente disposição para integrarmos o processo da mudança de uma cidade carrocêntrica que quer se tornar sustentável e voltada para as pessoas.
    A luta dos usuários da bicicleta tem todo a ver com sustentabilidade e com os direitos humanos que muitas e muitas vezes nos são negados então acredito que nenhum d enos está contra esta proposta independente de partidos políticos. Saúde a todos, Martinez

  4. PinhaFixa disse:

    Onde se lê: “Sei que muitos não gostam dele” leia-se “EU NÃO GOSTO DELE”!

  5. andre gomide disse:

    Pensamento do dia…
    A não-violência e a covardia não combinam. Posso imaginar um homem armado até os dentes que no fundo é um covarde. A posse de armas insinua um elemento de medo, se não mesmo de covardia. Mas a verdadeira não-violência é uma impossibilidade sem a posse de um destemor inflexível.
    Mahatma Gandhi

    Gosto de pessoas que assumem sua posição, mesmo que contrárias as minhas. Por exemplo, não gosto da maneira de governar do PSDB, mas respeito o Vambert por assumir aquela ideologia. Respeito a diversidade. Generalizar é a mesma coisa que dar um tapa em alguém aproveitando-se do fato de estar no meio de uma multidão para se camuflar.

    “Covardia” é um vício que, convencionalmente, é visto como a corrupção da prudência, oposto a toda coragem ou bravura. É um comportamento que reflete falta de coragem; medo, timidez, poltronice; fraqueza de ânimo; pusilanimidade ou ainda ânimo traiçoeiro.

    É o oposto de bravura e de coragem. É algo que força a pessoa a não tentar, a não lutar por simples medo, por indecisão, por fraqueza. É deixar de fazer algo, desistir, abandonar pela metade pela falta de confiança em si próprio. É atacar sabendo que o adversário não poderá defender-se.
    Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s