Engenheiro do CREA avalia “ciclovia” em Campo Grande

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

12 respostas para Engenheiro do CREA avalia “ciclovia” em Campo Grande

  1. Pablo disse:

    Olha aí a “ciclovia” de PoA na mídia! Que beleza! Mais cedo ou mais tarde ia aparecer!

  2. E na Restinga sim lá e assim mesmo de ridícula

  3. Se eu tivesse bala mesmo contrataria este Engenheiro para dar pareceres em todas as ciclo-falsas de POA; o cara fala bem e longe de usar os termos técnicos transmite conhecimento com simplicidade.
    Por exemplo, como sair de uma garagem direto numa ciclovia?
    Vejo isto todos os dias na Diário de Notícias, o pessoa que sai da Escolinha do Grêmio fecha totalmente a ciclovia esperando um espaço para entrar na Avenida eles ficam esperando textualmente sob a ciclovia.
    Na Restinga se repete a mesma história. a questão é continuar a luta sem esmorecer nunca.
    A pesar do cansaço precisamos continuar lutando para que as pessoas vejam como elas não são livres.
    Nos somos a “massa crítica”, que existe para fazer o que antigamente era feito pela igrejas, partidos políticos, professores, etc. e que não o fazem mais; somos sim a massa crítica que predica, que fala, que mostra, que ensina o caminho e a transformação do mundo que esta sendo extremamente difícil para todos vê-lo.
    A cidade não mais nos pertence, nem pertence a grande maioria da população, ela está ao serviço de um pequeno grupo de privilegiados economicamente, mas infelizmente privados de inteligência; que acreditam que o carro é a versão moderna das pernas e ele tem que ter espaço privilegiado em todo lugar; ao ponto de ridiculamente reclamar, que os lugares dos quais eles ficam alijados, representam a privação do direito de ir e vir, ou seja totalmente cegos intelectualmente, que acreditam que os carros tem direitos e não as pessoas.
    Como alguém em bom uso de razão pode querer construir uma Avenida ou um viaduto ao lado da orla de um rio ou lago é a mesma coisa que construir um corredor numa casa no lugar de melhor visão panorâmica de uma casa.
    Tem ainda quem acredita que estas obras sejam bonitas e elas são desagradáveis e trazem poluição, gases e perigos nas áreas de convivo cidadãs afastando crianças, velhos e pedestres dês lugares mais privilegiados da cidade.
    Tanto é este efeito terrível em algumas pessoas que elas querem colocar se possível o carro junto ao lugar de convívio para ficar cheirando o desagradável perfume da gasolina, óleos, e derivados do petróleo que todo carro exala todo tempo.
    Por que falo isto, porque acho que seja mais fácil para um visionário socialista, ver este contexto que nos rodeia, que para um indivíduo com valores outros e só com muita luta que poderemos ser livres ao ponto que o está sendo, este Engenheiro do CREA que arrisca bastante no seu contexto profissional.
    Este cara está sendo livre e está nos dando uma aula de liberdade.

    • Pablo disse:

      Talvez não seja tão difícil… Acho que com crowd funding se consiga dinheiro suficiente para contratar um engenheiro e uma equipe para produzir um vídeo e outra para divulgar as informações.

  4. Aldo M. disse:

    Os porto-alegrenses continuam sem saber quem são os engenheiros responsáveis técnicos pelos projetos cicloviários desta cidade. E o “projeto” do ciclo-talude da Ipiranga, Pablo? Há nele o nome do projetista, seu título e número do CREA? Ele deveria ter obrigatoriamente experiência em projetos anteriores, mas é evidente, pela aberração que está sendo executada, que não a possui.

    • Pablo disse:

      Aldo, não é só o nome do eng. que fica escondido. Todo o projeto, especificações, cronograma, desenhos… só o que temos acesso são alguns .jpg divulgados pela prefeitura.

      • Aldo M. disse:

        Isto não pode ficar assim, Pablo. É necessário que tomemos alguma medida a altura deste verdadeiro descalabro. Esta obra não poderia estar em andamento com tantas irregularidades. Além de desperdiçar recursos, irá criar riscos graves para os usuários. Todos os envolvidos (Prefeito, Prefeitura, Secretários, detentores de cargos gerenciais na Prefeitura, empreendedores imobiliários, projetistas, executores) tem que ser responsabilizados.

  5. Netto disse:

    Kra que coisa mais porca é essa? Tudo que fizeram foi pintar a calçada de vermelho! É mais seguro andar no bordo da rua. E outra, a calçada já e estreita pra pedestres, imagina compartilhar com os ciclistas! Realmente foi um engenheiro que assinou esta obra? As vezes as pessoas podem achar que é frescura e tal, pq não está dentro das regras, mas isso é o tipo de coisa básica numa cidade. Vamos supor, mesmo que ali não tenha a “ciclovia”, a calçada em si é inadequada pra uma pessoa caminhar: buracos, desníveis mal feitos, falta de rampas nas esquinas pra cadeirantes… enfim, tá péssimo isso ai.

  6. Cadé a lei da transparencia?????

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s