Prefeitura inventa espaço na Voluntários para ocultar derrubada de prédios históricos em obra de dupliucação.

Avenida Voluntários: antes e depois da duplicação, segundo a Prefeitura.

Mais uma obra da Prefeitura de Porto Alegre que vai causar destruição ambiental e da qualidade de vida e de prédios históricos de Porto Alegre, a duplicação da Avenida Voluntários da Pátria conta inclusive com artifícios digitais para criar espaço do nada. Na imagem digital divulgada pela prefeitura, uma quadra inteira é arrastada para criar espaço para a duplicação da avenida.

A administração municipal continua inventando falsas soluções para os problemas do trânsito de Porto Alegre. Falsas soluções que na verdade só criam mais problemas, pois viadutos e duplicação de avenidas degradam grandes partes da cidade, penalizam pedestres e aumentam a violência em seus arredores, e neste caso ainda vai destruir dezenas de prédios históricos, preservando talvez apenas a sua fachada no canteiro central. Precisamos impedir essas obras.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , . Guardar link permanente.

31 respostas para Prefeitura inventa espaço na Voluntários para ocultar derrubada de prédios históricos em obra de dupliucação.

  1. artur elias disse:

    Nossa. Quando eu achava que já tinha visto tudo (em se tratando da atual gestão municipal), aparece mais isso. Começo a ficar com medo do que ainda poderá estar por vir.

  2. Aldo M. disse:

    Para aqueles que, como eu, só acredita vendo, esse é o link da imagem manipulada no próprio site oficial da SECOPA – Secretaria Extraordinária da Copa 2014 de Porto Alegre:
    http://www.secopapoa.com.br/default.php?reg=73&p_secao=7
    A imagem foi falsificada, mas o custo inicial só do primeiro trecho (o mais simples) é bem real: 30 milhões.

  3. marcelo disse:

    suponho que isso é motivo para ação criminal!!

  4. rfroner disse:

    vocês que não entenderam, a prefeitura vai ‘puxar’ metade do centro pra dentro do Guaíba…

  5. Fortunati disse:

    Eu amo a Voluntários. Claro! Um lugar bem bonito, cheiroso e legal de dar uma passeada para admirar casas velhas. O que eu mais quero é que continue fedendo como está… coisa bem boa!

  6. Aldo M. disse:

    Por outro lado, poderíamos usar a mesma “técnica” para mostrar à EPTC que é possível fazer ciclovias largas em Porto Alegre sem diminuir o espaço dos carros.

  7. Fabio disse:

    Meus queridos, o que vcs estão fazendo é um desserviço a população.
    Este tipo de obra é essencial para a nossa cidade sair do atraso e da mediocridade que ações como a de vocês sempre travaram.
    Urbanização com ampliação de avenidas e viadutos só valorizam os imóveis e nossos bairros.
    Concordo apenas com o ponto de que espaço para bicicletas e pedestres sao fundamentais nestas obras.
    Nova voluntários sim, mas com ciclovia!
    Forte abraço a todos!

    • Waldemar Max disse:

      Caro Fábio, mediocridade e atraso é o que acontece com a Engenharia de Trânsito, que tenta colocar carros parados e filas triplas em ruas que não suportam estacionamento em um dos lados e não mais que duas filas em movimento.
      O nome da valorização dos imóveis é ganância, quando só vê solução na destruição das referências do passado. A grande saída pode vir da valorização consciente de um transporte público de qualidade.
      Concordo com as ciclovias.
      Abraços!!

    • Aldo M. disse:

      Fabio, acho que vais ficar chocado quando souber que cidades como Portland, San Francisco e Milwaukee puseram abaixo grandes avenidas em suas cidades. Por que não entra em contato com seus prefeitos e sugere essas idéias para eles saírem do atraso e da mediocridade?
      http://www.itdp.org/documents/LifeandDeathofUrbanHighways_031312.pdf

    • Pedro disse:

      Fábio, acho que tu precisa rever teu conceito de ideal urbano. Não estou dizendo com essa resposta que defendo que não ampliem a Voluntários, precisaria investigar mais a respeito para dizê-lo. Pretendo apenas te chamar a atenção a outras questões.

      “Este tipo de obra é essencial para a nossa cidade sair do atraso e da mediocridade que ações como a de vocês sempre travaram.”

      O que é atraso? Ninguém vai viver melhor com “avanços”, se é que avanço significa expôr características que se assemelhem às cidades mais irracionalmente estigmatizadas como ideais. Na época do Positivismo, há mais de 100 anos atrás, queriam transformar todas as cidades do mundo em Paris, o pólo cultural mundial. Não refletiam sobre os problemas, era só a corrida da modernidade irracional e vaidosa. Mas esqueciam-se de que assim como não há opressor sem oprimido, não há Paris sem Porto Alegre. A divisão internacional do trabalho já existia e está presente hoje como nunca esteve antes.

      “Urbanização com ampliação de avenidas e viadutos só valorizam os imóveis e nossos bairros.”

      E isso te parece bom? Valorizar imóveis é alimentar o mercado imobiliário selvagem e aumentar a exploração e tornar mais crítico o problema de moradia ao que já sucumbimos violentamente. Quase todas as “cirurgias urbanas” que estão vindo ultimamente envolvem relações muito estreitas entre o governo e grandes empresas. Enfim, bom e ruim na cidade não se trata de números ou de aparências, e sim de como as pessoas vivem…

    • imagina a valorização de uma sala comercial, ou um apartamento quando ganha um viaduto cinza na janela da frente, ou na porta.Deve valorizar muito! Experimenta passear junto aos viadutos das cidades para sentir seu odor caracterísco, mas à pé, não de carro para ver o que mais os viadutos fazem as cidades, e seus espaços.

      • celowitt disse:

        “Urbanização com ampliação de avenidas e viadutos só valorizam os imóveis e nossos bairros.”
        Tirou da bunda essa conclusão. Muito pelo contrário, criam muito mais problemas do que soluções. Obras desse tipo, em meio urbano, só diminui a qualidade de vida de todos a sua volta. Barulho, poluição, stress; sem contar a barreira física formada pelo fluxo intenso, tornando perigoso e difícil o deslocamento curto pelas redondezas do bairro, etc. Os morador debandam, dando lugar ao submundo. Faz como o Charles disse: pega a família e vai dar uma voltinha apé embaixo de um viaduto ou elevado para ver qual é o verdadeiro valor do progresso.

  8. Alguém poderia indicar estudos sobre transporte coletivo que comparem as características de diferentes cidades (população, área da cidade, número de linhas de ônibus e metrô, distância média das linhas, etc.)? Obrigado!

  9. marcelosgarbossa disse:

    Nossa, até manipulação digital… eu vou começar a estocar comida em casa… o fim está próximo!

  10. Carlos disse:

    A Cidade tem que evoluir e crescer ! Além do mais, a voluntários é um lixo na entrada de nossa cidade ! Bela obra e derrubem todos os prédios históricos apodrecidos e construam prédios novos e imponentes. Chega de ficar vivendo de passado ! Porto Alegre é uma carroça devido à sua população que em qualquer coisa que surge para evoluir ou modernizar, vem um bando de moralistas dizendo que vão arrancar a pobres das árvores, os prédio históricos, os passarinhos, é brabo, assim nunca iremos para frente.

    • Marcelo disse:

      O que é evoluir? Pra mim uma cidade evoluída é uma cidade com espaços públicos, segurança para quem anda nas ruas, sem poluição, com transporte público de qualidade é tornar nossas cidades cada vez mais agradáveis para se viver.

      Nesse sentido alargar a Voluntários da Pátria não é uma evolução, mas um retrocesso. Vamos diminuir os espaços para pedestres, derrubar prédios que se estão abandonados poderiam ser transformados em moradias populares, centros culturais, vamos dar mais espaços para os carros, aumentando ainda mais a poluição sonora e do ar e a insegurança de quem anda pela rua.

      Existem formas melhores de recuperar áreas degradadas.

    • De acordo, Photoshop em todas as ruas de Porto Alegre, apartir dos desenhos vamos evoluir 100 anos e sair da mediocridade. Podíamos criar uma lei onde todas ruas tenha 5 metros de calçadas, 6 de ciclovia e 200 de pistas de alta velocidade, além do corredor de ônibus, e trilhos para metrô. TODAS, é simples, só usar photoshop! auheuaheuhae que piada!

  11. Carlos disse:

    E outra ! Ciclovia nunca existiu em PoA e nunca precisou, agora vem mais um bando de moralistas, influenciados pela mídia, dizer que tem que ter ciclovia na cidade e na verdade nem andam de bicicleta. Chega de hIpocrisia. Ciclovia na orla do guaíba ? ótimo, no meio da cidade, não. O que dá certo em outros países, não quer dizer que dará certo aqui, pensem nisso !

    • Marcelo disse:

      Não precisa? Segundo a própria EPTC, Porto Alegre tem quase 300 mil pessoas que não usam a bicicleta por medo do trânsito e por falta de uma infraestrutura cicloviária.

      Pra mim não precisa mesmo, pois já estou acostumado a pedalar no trânsito, mas tem muita gente que não se sente tão segura que pedalaria se houvessem ciclovias.

    • Aldo M. disse:

      Queres sustentar que coisas que não deram certo em outros países podem dar certo aqui?
      Deve se evitar ao máximo construir ciclovias. O objetivo primeiro sempre é reduzir os carros em circulação. Para isso, deve-se reduzir o espaço dedicado a eles. Dá certo em todo o mundo. Porto Alegre não é uma cidade singular, ou será que és daqueles que acreditam que o nosso por-do-sol é o mais bonito do mundo e outras besteiras?

    • Enrico Canali disse:

      Carlos, tu até pode ser contra, e não tem problema nenhum. Mas será que teus filhos e netos não vão querer pedalar na cidade um dia?

  12. Enrico Canali disse:

    Essas imagens fazem eu me sentir no meio da trama do 1984 Orwelliano.

    • Marcelo disse:

      Bem como o governo federal agora definir que classe média é quem ganha de 250 a 1000 reais. Isso é completamente orwelliano.

      • Marcelo, a definição usa o critério de renda _per capita_ (entre outros fatores). Considerando uma família de 4 pessoas, a renda total mínima seria de R$1.164 por mês. Lembrando que o salário mínimo nacional é de R$622.

        http://www.sae.gov.br/novaclassemedia/?page_id=268&id=12030

        Classe média tem renda entre R$ 291 e R$ 1.019, diz governo (G1, em 30/05/2012)

        A Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) divulgou nesta terça-feira (29) estudo que estabelece novos critérios para a identificação da classe média brasileira e a define como o grupo composto por famílias com renda per capita entre R$ 291 e R$ 1.019. Atualmente, esse universo representa 54% da população do país.

        A nova classe média foi dividida entre a baixa classe média, com renda per capita entre R$ 291 a R$ 441; classe média, com ganho entre R$ 441 a R$ 641; e classe média alta, com rendimento entre R$ R$ 641 a R$ 1.019.

  13. Mario disse:

    Sério isso?

    Na boa, merece uma lista de todas as pérolas que a Prefeitura trouxe para a cidade. Só da SMIC e da EPTC já dá uma bela lista. Ainda tem Carris, Demhab, Secopa e o próprio gabinete da gestão. E olha que o que me refiro é praticamente tudo dos últimos 6 a 7 meses pra cá, nem preciso dizer porquê.

  14. é só cagada! uma atráz da outra… ciclomentira da Ipiranga, ciclofaixa com bueiros em um lado da rua somente da Icaraí e duplicação via photoshop da Voluntário. É tudo de faz de conta!

    • elias kalhil chidia disse:

      A cagada mais recente; a demolição do prédio do Centro Cenotécnico do Estado do RS.
      Localizado na área da antiga Estação Ferroviária,tombado para a Secretaria Estadual da Cultura, acredite; Projetaram,Licitaram,Assinaram Contrato com a construtora,sem processo de desapropiação,sem comunicar o Estado, e as Obras Começam dia 16/07/2012.
      O centro cenotécnico, é referência Internacional,não apenas por ser o único centro cenotécnico Público da America Latina,mas por sua importância na produção cênica do RS !
      Foi conquistado pela luta da classe Artistica e criado para formação de Mão de Obra Técnica e artística nas artes cênicas.
      O predio comporta ;tres salas de Ensáio,Estudio de Foto/Filmagem,Pátio Coberto para Construção de Cenários,Depósito de Cenários, sala de Oficinas,de Iluminação ,de Figurino,de adereços, biblioteca.
      70% da produção cênica Passa por ali, este ATO FACISTA, fere o artista na sua essência,lhe rouba uma conquista da Categoria,tira um espaço fundamental para a Produção Cultural do Estado.
      A RESISTÊNCIA ESTÁ FORMADA.
      Acompanhe e Opine; Facebook; Cenotécnico Ieacen.

      Abraço.

  15. jocyane disse:

    Onde fica esse prédio?
    Obrigado!

  16. ju disse:

    $ Fortunou £
    € Vai fortunar ¥

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s