Como Foi Destruída a Ciclovia da Diário de Notícias (Por José Antonio Martinez)

A destruição da Ciclovia da Avenida Diário de Notícias promovida pelo Consórcio PISA(Projeto Integrado Sócio Ambiental) e pela empresa que executou a obra nesta Avenida de nome SAENGE me motivaram a recorrer ao Diretor do DMAE em busca de providências e caso não tenha retorno buscarei estas no foro Judicial. Para isto e a exemplo dos feitos do nosso querido Aires, me dirigi nos termos em anexo ao Presidente do DMAE.

Acreditar unicamente que a ciclovia foi mal feita seria compactuar com os cidadãos que desprezam o patrimônio público e o dilapidam este de forma inconsequente.

Como presenciei ela ser destruída, nestes termos me manifestei.

Saúde a todos.

Obrigado

Martinez

Anexo:

https://docs.google.com/open?id=12aa-BovXmvSZlMhZQg9CVFR8VdFjCXma8MgLN-rUo4az5t6p2fThNnZaTdUc

 

Imagens:

https://picasaweb.google.com/114354783829716467287/COMOFOIDESTRUIDAACICLOVIADADIARIODENOTICIAS?feat=email

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

13 respostas para Como Foi Destruída a Ciclovia da Diário de Notícias (Por José Antonio Martinez)

  1. Gustavo disse:

    Em compensação, o trecho de asfalto danificado para a passagem dos canos foi refeito duas vezes… A segunda depois de uma matéria no jornal sobre reclamações de moradores dali adiante

  2. Aldo M. disse:

    Fiquei abalado ao ver a história contada pela sequência de fotos. Torci que alguém da Prefeitura impedisse a destruição entre uma imagem e outra, mas a ciclovia agonizou sem que ninguém fizesse nada. Esse é o tratamento cruel dispensado pela administração PMDB-PDT aos ciclistas renitentes desta cidade.

    Aplaudo o teu empenho e apoio todas as ações que estás fazendo para defender essa ciclovia desde o início da destruição, Martinez.

  3. Essa ciclovia e nossa e este desmando nao passara custe o que custar Saude

  4. airesbecker disse:

    Martinez eu não gosto destes blocos, dizem que promovem infiltração, mas te digo que com a campactação que é necessária para consolidar a via a infiltração é irrisória e a qualidade de rodagem deste material é muito ruim, trepida muito.
    Já tratamos deste ponto com o Vereador Beto Moesch e ele disse que iria propor o asfaltamento.
    Acho que devias pedir uma reunião com o Beto Moesch e depois, com apoio da Comissão dele na Câmara, representar este ofício pedindo a abertura de um inquérito no MP.
    Abraço.
    Aires

  5. Klaus disse:

    Grande Martinez! 😀

    Os blocos são terríveis de pedalar. Até um caminho de terra batida é muito melhor.

    Na real não precisamos de nenhum aslfalto na cidade mas do jeito que as coisas estão concordo que é preciso asfaltar para que os cilistas sintam que estão fluindo ao invés de se transformando em um shake de banana.

    • Sei mas a questão e que quando se coloca peso excessivo nos blocos de concreto o nível inexiste e gera muita trepidação ainda acho que eles tem obrigação de deixar como estava antes da obra. Se atalho fosse bom nao existia caminho.Saude.

    • Aldo M. disse:

      A pavimentação com blocos de concreto não deve ser utilizada para construção de novas ciclovias. Há consenso sobre isso.
      As escolhas devem recair entre asfalto e concreto lisos. Este último tem desempenho ainda melhor que o asfalto, oferecendo menos resistência à rolagem e permitindo maiores velocidades.
      http://www.aviewfromthecyclepath.com/2011/04/road-noise-cobbles-and-smooth-asphalt.html
      Porém, defendo que a ciclovia da Diário de Notícias seja restaurada com os mesmos blocos de concreto, pois tem condições de ficar com um desempenho aceitável para bicicletas, considerando que se trata de um trecho pequeno.
      Não concordo em refazer a ciclovia em asfalto com dinheiro público que poderia ser utilizado na construção de outras ciclovias ou ciclofaixas.

  6. Olavo Ludwig disse:

    Pessoal, este link ai que o Aldo colocou é muito interessante mesmo, assim quem não olhou, vai lá e olha os blocos podem ser bons para algumas situações, existe um tipo melhor e a colocação é muito legal, lógico que concreto é melhor, depois vem o asfalto, mas estes blocos, na Holanda, são mantidos no centro histórico da cidade devido a aparência mais agradável. Olhem o vídeo de como eles são colocados. http://youtu.be/jkVBg_-OviI

  7. Marcelo disse:

    Agora o PISA vai destruir a ciclofaixa da Icaraí!
    http://portoimagem.wordpress.com/2012/05/11/acordo-permite-retomada-de-obra-do-dmae-na-icarai/

    Não existe nenhum planejamento nessa cidade!

  8. GENTE POR FAVOR OLHEM COMO O DMAE FOI RECEPTIVO AO MEU PEDIDO, COM ALTA TECNOLOGIA E DEDICAÇÃO JA FIZ O CÁLCULO A DATA QUE PEDI PARA CONCLUSÃO DA REPARAÇÃO DA CICLOVIA SERÁ MAIS OU MENOS EM 2085 POSSIVELMENTE DEZEMBRO, NÃO SEI COMO ELES CONVIVEM COM TANTA CELERIDADE


    ESTES DOIS FILMES DE VINTE SEGUNDOS DEMONSTRAM COMO COLOCAR BLOCOS DE CONCRETO DA FORMA MAIS RÁPIDA POSSÍVEL NA AMERICA LATINA OU SEJA 1/2 BOLOCO EM VINTE SEGUNDOS.
    E UMA VERGONHA IMENSA, SO COMPARÁVEL COM AS PIORES REPÚBLICAS DE BANANAS NOS NÃO MERECEMOS ESTE TRATAMENTO, TRABALHAMOS, PRODUZIMOS E PAGAMOS IMPOSTOS PARA ISTO. SAÚDE.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s