Indo na contramão na ciclovia que vai na contra-mão do bom-senso.

Prefeito Fortunati pedalando na contra-mão na inauguração de trecho de 400m da ciclovia da Ipiranga, criticada por diversas falhas técnicas.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , . Guardar link permanente.

15 respostas para Indo na contramão na ciclovia que vai na contra-mão do bom-senso.

  1. Gente é difícil de entender, sempre aparece o tema dos cicloativistas e latentemente fica o entendimento que a polêmica é uma questão política quando na realidade se trata de problemas técnicos que queremos sempre discutir e esclarecer as autoridades que só pedalam em inaugurações, dos erros que estão prestes a cometer. Eu particularmente pedalo bastante todos os dias então me sinto habilitado a confrontar as idéias de quem não pedala, com a mesma capacidade de um curso de especialização. A experiência me deu esta qualidade intelectual. Então vamos lá a Ipiranga é uma Avenida com diversos problemas e o :
    Primeiro é que o meio fio da calçada do canteiro central, nos constantes recapeamentos emergenciais que foram promovidos em períodos pré-eleitorais, pelos prefeitos da cidade, ficaram na sua altura original. Assim qualquer acidente termina não tendo como impedir, o meio fio, que o carro desgovernado se projete dentro do riacho Ipiranga. Nesta vontade imensa por votos nunca foram arrumados os meios fios, só agora nesta ciclovia eles foram removidos e levantados, pergunto por que isto? Por que isto não e realizado em toda a extensão da Ipiranga em ambos lados? Veja bem na altura da Getulio Vargas colocaram wardrail e não elevaram o meio fio, pode isto? Tem alguma lógica isto???
    Segundo, se a Ipiranga é uma artéria com tanta importância, por que ainda se permite estacionar nela em ambos sentidos, diminuindo em alguns setores duas faixas de circulação, uma por sentido? Isto tem alguma lógica? Qual é o objetivo disto? Não se trata de áreas comerciais e sim de áreas residenciais então os argumentos do Capellari de que os comerciantes reclamam não valem. Tem alguma lógica isto???
    Terceiro, se a Ipiranga é muito, mas muito importante por que se converte nela a esquerda? Toda Avenida deste porte nunca permite conversão a esquerda em lugar do mundo. Que tem isto a ver? Vamos lá, se não tivesse conversão a esquerda, não teria engarrafamentos na via, muitas vezes produzidos pelas conversões e permitiria que os ciclistas atravessassem a via sem risco algum. Da para entender que as conversões a esquerda sucessivas não tem sentido nesta Avenida? Tem alguma lógica isto???
    Bom somos ciclistas, andamos de bici, mas não somos crianças por favor PREFEITURA, PREFEITO FORTUNATTI, DIRETOR CAPELLARI abram os olhos e pensem um pouco em soluções sem custo para a cidade como fazer as ciclovias onde elas tem que estar por direito. Saúde.

    • Aldo M. disse:

      O meio-fio foi todo substituído apenas nesse trecho com a verba destinada à ciclovia.

      As questões que tu colocas, Martinez, com relação ao fluxo de veículos motorizados, são muito pertinentes, mas não foram sequer cogitadas. A Prefeitura não fez um projeto viário completo da Avenida, contemplando todas as formas de deslocamento (a pé, de bicicleta, ônibus, carros, etc). Eu pergunto: é possível implantar uma ciclovia sem considerar os outros modais presentes nessa via?

  2. Hélder Quadros disse:

    Concordo totalmente com estes dois comentários (do Martinez e do Aldo M), mas queria discordar do Vadebici, sou leitor, utilizo a bicicleta diariamente como transporte, concordo com praticamente todas as postagens daqui e faço minha parte participando de manifestações sempre que possível, mas utilizar essa foto do Fortunati para gerar essa nota não foi uma atitude feliz, pois ele estava ultrapassando um fotografo que estava no meio da via correta para andar, utilizar a foto para simbolizar todas as porcarias da ciclovia (inauguração parcial, troca de lados e tudo mais) não é ético da nossa parte, estamos apenas fazendo o mesmo que a imprenssa faz com frases fora de contexto publicadas em manchetes, o mesmo que chamar “o grupo” massa crítica, e tudo que todos os leitores do blog bem conhecem a respeito da mídia e as bicicletas.

    Apenas para deixar claro, sou apenas contra criarmos este fato relacionando a foto com o que realmente está errado.

    Se alguém me apresentar argumentos convincentes posso mudar de opinião.

    • Aldo M. disse:

      A foto mostra uma situação que será corriqueira nessa ciclo-calçada: não é possível fazer ultrapassagens, tanto de ciclistas quanto de pedestres, sem obstruir completamente a faixa de sentido contrário. Parece que não se espera que seja realmente utilizada pelos ciclistas.

      Saliento que o espaço de pedestres foi todo sinalizado (pintado) para bicicletas, o que é um absurdo, pois ali era um espaço dos pedestres – que ninguém esqueça disto!

      Então, achei a foto muito feliz, pois mostra a roubada que é esta “ciclovia”, onde nem o Prefeito encontrou uma forma coerente de utilizá-la, mesmo numa encenação onde tudo deveria dar certo.

  3. Caro Hélder concordo contigo, mas a foto só foi usada em sentido figurativo poderia ser a chamada “Fortunatti usa capacete” ou “Prefeito pedala de gravata” o que se tentou foi chamar a atenção de estarmos na contramão da história que isso sim e uma grande verdade, lentavelmente porque temos uma fantástica oportunidade de colocarmos Porto Alegre no mapa mundial, nao tão somente pelo atropelamento coletivo. Tidos nos gostaríamos de mostrar a bela cidade de acordo com o espirito receptivo dos gaúchos. Mas vamos continuar tentando .

  4. Aldo M. disse:

    Uma falta digna de nota foi a ausência dos projetistas da obra, que poderiam ter explicado as razões porque a fizeram desse jeito e quais foram suas premissas. Ainda está em tempo de se manifestarem os que assinam esse projeto. Estou aguardando.

    • Hélder Quadros disse:

      Agradeço pelos argumentos, o que ocorre é que, acredito que apartir do vadebici, criaram-se várias brincadeiras na internet sobre fortunati na contra-mão, onde o único lado positivo que percebi foi de que a coisa toda foi divulgada, mas essa coisa toda é apenas que o fortunati andou na contramão e inaugurou a ciclovia sem ela ter sido terminada (já que em breve não poderá inagurar mais nada devido as eleições), não conseguimos expor praticamente nada sobre a ciclovia.

      Outra coisa, o que me espanta é que se eu quizer construir algo preciso seguir padrões impostos por normas técnicas, agora como a própria prefeitura consegue fazer isso sem seguir nenhuma norma é incrível.

      • Hélder Quadros disse:

        É sobre isso que me refiro:

        http://tecnologia.terra.com.br/fotos/0,,OI199659-EI12879,00-Porto+Alegre+prefeito+anda+na+contramao+em+ciclovia+e+vira+piada.html

      • Olá Hé;der,

        A ideia central do tumblr “Fortunati na Contramão”, realmente, foi divulgar o ocorrido e o falso interesse da prefeitura em resolver um problema grave na cidade. Todos perceberam que o “evento” tem viés político eleitoral. Não acredito que a maneira como trabalhamos o tumblr seja apenas uma simples brincadeira humorística. O importante é a mensagem que compartilhamos sobre o ocorrido, além de deixar claro que a população de Porto Alegre tem interesse no assunto. Isso gera buzz e incita as pessoas a discutir o assunto em espaços como aqui, no blog “Vá de Bici”. Abraço!

  5. airesbecker disse:

    Que golpe! O Fortunatti sentiu!!

  6. Ta sentindo, ta difícil arranjar parceiros. E sinal dos tempos. Saúde

  7. Hélder Quadros disse:

    Edilson, de fato com o passar dos dias acabei me convencendo que foi uma boa sacada para criar o buzz mesmo, e realmente chamou atenção para o caso, no primeiro momento eu não estava achando boa, mas vendo o resultado mudei de idéia.

    Valeu pela réplica

  8. lobodopampa disse:

    Bem, o prefeiro disaFortunatti resolveu pôr um fim a essa dúvida. Desta vez ele pedalou na contramão em TODA A EXTENSÃO da ciclo-faixa da Icaraí, após inaugurá-la percorrendo-a no sentido correto. Parece até que ele quis participar da brincadeira. Hoje a administração municipal superou seus momentos mais bizarros. Não sei mais o que dizer nem o que pensar sobre essa lambança toda. Estou cansado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s