Festival em São Paulo incentiva retomada do centro pelas pessoas

Com duração de 10 dias e mais de 120 ações, o Festival Baixo Centro, organizado de forma aberta e horizontal, ocorreu no centro da cidade de São Paulo, em nome da retomada das ruas pelas pessoas – e não pelos carros, pelos empreendimentos imobiliários e pelo cinza.

A abertura do Festival #baixocentro foi no dia 23 de março de 2012, com 200 litros de tinta solúvel em água. A ação ocorreu durante a manhã. De noite, a prefeitura já havia retirado as tintas (laváveis, que sairiam na primeira chuva).

Baseado no projeto alemão Painting reality, Rosenthaler Platz, Berlin, 2010 (painting.iepe.net/)

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Festival em São Paulo incentiva retomada do centro pelas pessoas

  1. Felipe disse:

    Muito legal. Eu já tinha visto o vídeo original, parece ser uma coisa plausível de ser reproduzida pelas cidades do planeta. E já rio só de pensar na reação de certos yuppies da administração metropolitana que têm twitter.

    Esse festival também é bem interessante, tá tendo uma mobilização legal. O link pro site é http://baixocentro.org/ .

  2. airesbecker disse:

    Gastaram um monte de água para lavar.
    Será que não causou medo ou risco a ninguém?
    As vezes tem algumas ações que mesmo sem causar maiores danos já começam a se parecer com vandalismo.
    Estas ações desafiam os limites.
    Tem que ver se o resultado é de fato positivo.
    Na verdade fiquei desapontado esperava de fato um “festival” não um ato assim.
    Digo festival como os de ocupação do Largo Glenio Peres, onde há uma série de atividades.
    Algumas ações acho que não chegam a fazer o link entre o ato e o resultado.
    Daí achei o título meio dissociado, primeiro não foi o que eu imaginava como festival, segundo não sei em que ponto o uso de tinta na rua incentiva a retomada do centro pelas pessoas.
    Acho que foi mais uma arte, uma instalação ou um evento, mas acho que fim ficou restrito em si mesmo.
    Se me permitem ser crítico mas é o que me ocorre.

    • Marcelo disse:

      Aires, essa pintura foi só uma das 120 ações do festival. Podes conferir a programação completa em: http://baixocentro.org/

      Sim, foi uma performance de arte, uma instalação. O festival não se resume a ela.

      Risco? Duvido que tenha causado mais risco que uma poça d’água. Medo? Se algo inofensivo causa medo nas pessoas, isso pra mim é positivo pois faz elas saírem de sua zona de conforto, quebra a sua rotina. Essas pessoas vão ter algo empolgante pra contar quando chegarem em casa, algo que as vai fazer pensar.

  3. airesbecker disse:

    Acho interessante ver o vídeo em si sem a música para avaliar melhor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s