1º Fórum Mundial da Bicicleta – Porto Alegre – Fevereiro/2012

“World Bicycle Forum”

Um ano após o Atropelamento
da Massa Crítica de Porto Alegre
convocamos os ciclistas do mundo todo
para participar do fórum que vai
ocorrer de 23 a 26 de Fevereiro.

One year after the attack on
Porto Alegre’s Critical Mass
we are inviting cyclists from all around
the globe to take part in this forum
that will happen from
february 23th up to 26th.

Faça parte da programação,
envie sua sugestão de atividade para:
wbfportoalegre@gmail.com

Send your suggestions and ideas for workshops to:
wbfportoalegre@gmail.com

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado . Guardar link permanente.

35 respostas para 1º Fórum Mundial da Bicicleta – Porto Alegre – Fevereiro/2012

  1. artur elias disse:

    A única sugestão que me ocorre no momento é propor mais um convite.

    Sugiro escolher um dos “Três Joões”.

    John Forester http://www.johnforester.com/

    John Pucher http://policy.rutgers.edu/faculty/pucher/

    John Allen http://john-s-allen.com/blog/ ou http://bikexprt.com/index.htm

    Forester é o pai do ciclismo veicular moderno e tbém engenheiro de trânsito e educador. Porém, ele é da “escola anti-ciclovia” e isso o torna uma figura polêmica e potencialmente antipática.

    Pucher é um professor e pesquisador acadêmico na área de planejamento urbano e infra-estrutura cicloviária, com muitos trabalhos científicos publicados, alguns em parceria com instituições européias. Ele defende o paradigma cicloviário EUA europeu nos EUA. Ele e Forester não poderiam ser mais antípodas!, mas ambos são grandes autoridades cujo trabalho – concordando ou não – não pode ser simplesmente ignorado.

    Allen – engenheiro, educador, tradutor, músico, e profundo conhecedor do ciclismo – é o cara que na minha opinião tornou o ciclismo veicular de Forester mais “palatável”. Seu manual consegue dizer tudo o que Forester diz, em uma fração do número de páginas, de uma maneira bem mais simpática, e de graça:

    http://bikexprt.com/streetsmarts/usa/index.htm

    (recomendo – é bem mais completo do que o guia “pedalando com segurança”, e tbém parte de um paradigma mais construtivo)

    Seu blog contém análises desapaixonadas e cristalinas de questões de trânsito, infraestrutura (cicloviária inclusive), entre outras coisas.

  2. airesbecker disse:

    Boa idéia do Artur Elias!
    A coisa tá ficando séria.
    Imagina um painel com estas figuras e um passeio ciclístico, tá feito o forum!!

  3. Marcelo Sgarbossa disse:

    Boa idéia Artur!!!

    Vamos fazer uma organização descentralizada. Ou seja, neste caso Artur, convida eles para vir. Vai que eles vem por conta própria!

    Ontem eu convidei o Marcio May e a Giselle da Udesc de Floripa.

    Temos que pensar num Forum bem amplo e plural (por isso Artur, é importante que venham pessoas com opiniões diferentes).

    Quando fala bem amplo e plural, significa contemplar as várias dimensões da bici
    alguns exemplos
    – cicloativismo
    – cicloturismo
    – bicicletagem jardinária
    – cíclicas
    – ciclismo de competição
    – mtb
    – bicicross
    – bicicleta e acessibilidade (o pessoal da hand bike aqui da Barra do Ribeiro)
    – Audax
    – estudiosos da mobilidade urbana
    – urbanistas
    E POR AÍ VAI

    Abraços e até hoje de noite, 20h na Cidade da Bicicleta!

    marcelo sgarbossa

  4. Marcelo Sgarbossa disse:

    Cadu, ficou linda a arte!

    parabéns!

  5. heltonbiker disse:

    Convida o Prefeito!

    E convida também a Renata Falzoni!!

    O Willian Cruz será que não vem?

    E do cicloturismo, quem vem?

    A arte ficou GENIAL!!!

  6. Fernando disse:

    A arte ficou boa! Mas alguns podem achar que o ciclista pretende atirar a bicicleta contra os automóveis…ahuahauah

  7. Acho que seria interessante convidar, para enriquecer o evento que possivelmente terá o Chris Carlsson, cicloativistas de outras cidades do Brasil. Acho que seria muito legal chamar o Tiago Benicchio, diretor geral da Ciclocidade (associação dos ciclistas urbanos de SP, que é super atuante), jornalista e que tem o blog Apocalipse Motorizado, o Willian Cruz, que é referência “quase técnica” como o blog “Vá de Bike”… tem a Verônica Mambrini, que pode falar sobre Cycle-Chic, e a Aline Cavalcante, que tb faz parte da Ciclocidade e é jornalista.

    Acho que esse pessoal pode enriquecer o debate. Temos opções e posso entrar em contato com estes.

    Outra coisa que acho relevante: muitos de nós entendem inglês, ok, mas acho que para ficar mais inclusivas as intervenções do Chris Carlsson e de outros participantes internacionais, era interessante ter tradução simultânea pelo menos em palestras (porque, para atrair mais gente, etc…). E isto demanda equipamento, equipe e dois tradutores. É caro. Bem mais que a passagem do homem, imagino. Para isso precisaríamos de patrocínio. Levantando a questão.

    • sergiok disse:

      Falando com o Chris Carlsson por email ele também sugeriu convidar o Thiago Benicchio e a Tatiana Achcar de Florianópolis.

    • airesbecker disse:

      Eu não tenho contato com universidades.
      Mas acho que aí o caminho é o apoio de uma universidade.
      Agora, nisto não posso ajudar, mas entendo que uma universidade com faculdade de arquitetura e urbanismo tem todo o interesse de amparar o projeto.
      Tem a Ritter e a URGS, que tem urbanismo e a PUC que tem arquitetura.
      Acho que a Ritter é a mais provável de apoiar.
      Precisa falar com a Marta Peixoto lá na Ritter.
      Mas eu agora não posso tratar disto.
      Abraço.
      Aires

      • dailor disse:

        Da UFRGS tem uma cara muito bom que se chama João Rovati, arquiteto, e uma professora que inclusive está promovendo um fórum de discussões sobre mobilidade, do qual a Melissa faz parte e pode falar melhor. Se não me engano é Maria Azambuja, algo assim.

        Fora eles, mesmo que não entenda diretamente de bicicleta (acho que o Rovati tb não é nenhum expert), eu indicaria fortemente a Betânia Alfonsin, grande urbanista que dá aulas na FMP aqui em POA.

        Ah, e convidem o cara do Talking Heads, vai que ele vem e ainda faz o show de abertura…

        abraços!

  8. Marcelo Sgarbossa disse:

    Colegas

    Tá tomando corpo o FMB!!!!

    Hoje pela manhã fiz contato com o Pedro Medina Perdono (Uruguai) e ontem fiz contato também a Giselle Xavier (Udesc e VIACICLO – http://www.viaciclo.org.br) de Floripa.

    Sugiro que cada um de nós faça os convites diretamente.

    Nossa organização vai funcionar melhor se for totalmente descentralizada.

    A centralidade pode ocorrer na hora que tivermos que fechar a programação. Mas até lá temos que “colocar o bloco na rua”.

    Abraços e até hoje de noite!

    marcelo sgarbossa

  9. igor disse:

    Pra que isso? Bike eh muito mais simples basta colocar a bunda no selin e sair andando. Agora me vem com estas papagaiadas peloamordedeus, a ação daquele débio mental foi um caso a parte agora me inventam isso que provavelmente tem cunho político e autopromoção.

    • Olavo Ludwig disse:

      igor, isso serva para a divulgação de conhecimentos além de se colocar mais a bicicleta em evidência, o conhecimento serve para combater a ignorância. Andar de bicicleta é simples, mas criar a cultura da bicicleta como um meio de transporte não. Isso não tem nada a ver com “cunho político” ou “autopromoção” .

  10. Olavo Ludwig disse:

    ACZS, Poabikers e Organizadores das provas de “Audax” de todos os tipos sintam-se convidados para ajudar na organização.

  11. Sugiro convidar o Della Giustina e Giselle Xavier, de Floripa.

  12. Pablo Weiss disse:

    Pessoal,
    Acho a ideia do Fórum Mundial realmente muito legal, principalmente com o objetivo de integrar ciclistas de diferentes modalidades e interesses.
    Não acho que tenhamos tempo suficiente para elaborar, planejar e organizar todas as atividades, nem que o final de semana logo após o carnaval seja o mais propício para um encontro de tamanha magnitude.
    Também acho que este grande evento não deveria coincidir com a data do atropelamento da Massa. O aniversário da tentativa de homicídio deve ser marcado por uma grande manifestação ou outra ação de protesto que não desvie o foco do fato ocorrido (atropelamento dos ciclistas, intolerância no trânsito e etc).
    Depois, com mais tempo e mais planejamento, fazemos o Fórum Mundial da Bicicleta, unindo as mais diversas modalidades.

  13. Talvez o Pablo tenha razão, pois pode ser muito pouco tempo para organizar algo tão importante. Mas, se não for nesta data, em seguida começam as aulas e muita gente não poderá ir; principalmente os comboios que poderão sair de algumas cidades de estados vizinhos. De qualquer forma, é preciso decidir rápido pois o tempo voa e quanto antes ficar definido, melhor. Se a data for mantida, a manifestação de protesto ao atropelamento ficará ainda maior e mais forte. Se for bem organizado e divulgado nas redes sociais, pode atrair muita gente de muitas cidades e isso será muito bom para todo processo de fortalecimento do movimento pro bici. Prato cheio para mídia nacional e internacional.

  14. A passagem para o Chris Carlsson está dentro da ideia de que façamos uma vaquinha. Não teremos como levantar $ em tão pouco tempo para custear a passagem/hospedagem de outros convidados. Como fazer?

  15. Em resposta à Lívia: o evento deve ter patrocinadores, camisetas vendidas para os participantes ajudarem bancar, cortesia de hotéis, etc…

  16. Fernando disse:

    Por que chamar de Fórum Mundial? A divulgação será tão ampla a ponto de contar com a participação de pessoal do mundo inteiro ou de boa parte. Os temas serão de amplitude mundial também? Acredito que o evento será mais regional que mundial, assim em minha opinião o nome do evento deveria ser coerente.

  17. airesbecker disse:

    É mas acho que os pés já sairam do chão agora é pedalar ou cair!!!

  18. Cristiano disse:

    Concordo com o Artur e o Aires.
    A arte do Cadu ficou genial, já temos a confirmação do gringo, várias pessoas já estão sabendo.
    Para o FSB acontecer não é preciso de patrocínios. Alguém se dispõe a pedir apoio a Pepsi ? ao Fortunati ? Lei de Incentivo ao Esporte ou à Cultura? 😦
    Precisamos apenas bancar a passagem do Chris, que é um atrativo para o forum, no mais tudo será autogestionado, ou seja por conta.
    Basta descentralizarmos as ações, em que cada um faz uma parte, o todo se complementa.
    É a oportunidade de poder fazer!!

  19. airesbecker disse:

    Pé no pedal!
    Senta bota!

  20. E o Eben Weiss, o blogueiro do BikeSnobNYC?

  21. Faltou o convite em espanhol!

  22. Se for interessante para o evento, me disponibilizo para falar sobre Cycle Chic. Fiz meu trabalho de conclusão de curso ano passado sobre o assunto, de repente posso colaborar com alguma coisa, abordar algum tema relacionado… Deixo meu e-mail pra contato: nataliasantucci@gmail.com

  23. Buenas amig@s,
    Muito bom o cartaz e as articulações! Sugiro também fazer a própria arte em outros idiomas. World Bicycle Forum e Foro Mundial de las Bicicletas! Acho que devemos soltar essa imagem na net que quem se sentir chamado vai buscar se informar e, se for o caso, dar um jeito de vir!

  24. Pingback: Primer Foro Mundial de la Bicicleta en Porto Alegre, del 23 al 26 de febrero

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s