Ciclovia da Ipiranga terá mureta contra queda no arroio

Fonte: PortoImagem

Anúncios
Esse post foi publicado em ciclovia, Plano Cicloviário, Porto Alegre e marcado , , , . Guardar link permanente.

18 respostas para Ciclovia da Ipiranga terá mureta contra queda no arroio

  1. Melissa disse:

    CURIOSÍSSIMA pra ver essa mureta de madeira!

  2. Fernanda disse:

    Ou seja todo carro que cair no dilúvio agora vai levar um ciclista junto..

    • Melissa disse:

      A única coisa que eles fizeram pra evitar isso foi elevar a altura do meio-fio. Não sou engenheira, mas não me parece que isso impede uma camionete da vida em alta velocidade de invadir a ciclovia. Se a prefeitura quer acabar com esse problema mesmo, deveria investir em medidas para que os motoristas não pudessem ir além dos 60km/h permitidos (lombadas cairiam bem). Mas não, preferem botar a sujeira pra baixo do tapete ao invés de resolver os problemas de fato.

      • A propósito, prestem atenção onde tem aqueles postes com a fiação de alta tensão. Sempre que tem um deles, tem um pedaço de tubulação de concreto deitado antes com um metro ou um pouco mais de altura, funcionando como um jardim enjambrado. Também não sou engenheiro, mas presumo que uma coisa daquele tamanho e cheio de terra dentro seja para amortecer o impacto de veículos, de modo que não derrubem os postes em caso de colisão. Quer dizer, até os postes estarão mais protegidos que os ciclistas…
        Enrico

  3. Deixa eu entender: no meu (des)conhecimento técnico, “mureta” de madeira não é “cerca”?

  4. Olavo Ludwig disse:

    Minha pergunta, quem é que vai atravessar a Ipiranga, usar uma quadra de ciclovia e depois atravessar novamente para continuar o trajeto no bordo direito da pista?

  5. Fernando disse:

    Pelo que sei o DEP não foi consultado durante o projeto da ciclovia, quero ver como ficará a ciclovia depois da lagarta da máquina utilizada para desassorear o arroio passar sobre o asfalto da ciclovia que foi feito sobre uma camadinha de nada de base de pedra.

  6. Agora sim que vou me sentir seguro, parabéns para a Eng. Lisandra que teve a idéia deste cercado de madeira de 1 metro de altura, que evitará que eu fique rolando pela borda quando perca a estabilidade, propiciando assim que caia la de cima em mergulho direto na água, sem bater em nada.
    Que babacas, mas que babacas tche, nem acredito , questes viventes tem na cabeça, guri; será que isto é o que ensinam para eles na Facu? Maiss ahhhh.
    Vou ver como é que fica este curral, será que terá “tronco” nas esquinas para os bois não fugirem, bahhh, mas banho para o gado terá certo. Ta ficando louco de especial, melhor que a encomenda. Então vamos de cerca de madeira, mas ta louco de bom. Abraços a todos e saúde.

    • Melissa disse:

      Não é ela quem decide, são os engenheiros contratados pelo Zaffari. O que a EPTC faz, basicamente, é dar assistência.

    • Aldo M. disse:

      Foi o que eu quis chamar a atenção por não haver o nome do projetista da ciclovia na placa. A consequência é não ficar claro quem é de fato o autor do projeto (se existir algum) e não se ter efetivo controle público ou dos cidadãos sobre o que está sendo executado. Por exemplo: qual é fluxo máximo de bicicletas? Qual a velocidade máxima recomendada para os ciclistas? Arrisco a responder que ninguém pensou ou está preocupado com este tipo de coisa.

  7. Aldo M. disse:

    Vejam como uma cerca baixa impede a bicicleta de cair num precipício. Já o ciclista…

  8. Aldo M. disse:

    Não está bem explicada a razão pela qual foi descartada a opção da cerca metálica. Se for simplesmente a questão do material, então as bicicletas que irão transitar sob a linha de transmissão teriam que ser de fibra de carbono, plástico, madeira, bambu ou algum outro material isolante?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s