A diferença entre a boa publicidade e a ruim.

Depois daquele vídeo medonho do Itaú, fiz questão de postar este outro vídeo publicitário de uma companhia que faz roupas com materiais reciclados e tem tudo a ver com o Vá de Bici.

Versão com legendas em brasileiro:
http://vadebike.org/2011/11/video-emocionante-sobre-bicicletas-o-ciclo-da-vida/

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , . Guardar link permanente.

11 respostas para A diferença entre a boa publicidade e a ruim.

  1. Qual é o video Medonho do Itáu?

  2. Melissa disse:

    Provavelmente o melhor comercial que eu já vi!
    “Getting lost will help you find yourself”

  3. airesbecker disse:

    Life is about the people you meet.

    Pela bicicleta encontrei voces.
    E isto muda a minha vida!

  4. Gente se olharem neste link:
    http://www.holster.com/manifesto
    verão que esta empresa pensa muitooo bem no que faz.
    Abraços e saúde. José A.R.Martinez

  5. Marcelo erro meu acho que digitei errado o endereço é
    http://www.holstee.com/manifesto
    até porque no outro link não tem manifesto nenhum
    abraço e saúde José A.R.Martinez

  6. Aldo M. disse:

    Uma bela propaganda subliminar de cartões de crédito (t=56s), outro grande mito da sociedade de consumo, que se transformam em sorvetes que atraem mãos que se tocam e são saboreados. Tudo precedido por uma busca e terminando em uma celebração.

    • airesbecker disse:

      Na verdade o cartão que mostrava na carteira era um passe de Metrô.
      E o que estavam objetivando mostrar é a carteira de material reciclado que a empresa que fez o vídeo vende:
      http://shop.holstee.com/products/the-upcycled-wallet-delhi-rang
      As vezes a gente precisa se cuidar para não entrar numas a toa!

      • Aldo M. disse:

        Bom que fosse, Aires, mas esse mundo do grande capital tem uma perversidade que normalmente vai além da nossa compreensão Tenta ver no quadro-a-quadro. Na verdade, só minha filha de 13 anos conseguiu identificar a bandeira do cartão em velocidade normal.
        A carteira é só uma desculpa para o verdadeiro produto anunciado que é capaz de comprar o sorvete. É o caso do Popeye, que teria sido criado para incentivar as crianças a comer espinafre, só que o marinheiro “tragava” o espinafre pelo cachimbo e imediatamente ficava forte. Basta pensar: Qual a indústria que lucrou mais com o personagem? A do espinafre ou a do cigarro?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s