Largo do Estacionamento

Com a atual notícia na mídia de que o estacionamento do Largo Glênio Peres foi um golaço da atual prefeitura e que os comerciantes do entorno estão adorando, apresento aqui alguns outros largos e praças semelhantes, guardadas as proporções, em outras cidades do mundo onde poderiamos divulgar a brilhante idéia de nosso esperto prefeito:

Ciudad de Mexico – El Zocalo

Moscou – A Praça Vermelha

Londres – Trafalgar Square

Pequim – Praça da Paz Celestial

Paris – Place Vendôme

Amsterdam – de Dam

Lisboa – Largo do Rossio

Incrível como o nosso prefeito é inteligente e nenhum dos dirigentes destas outras cidades atrasadas nunca teve uma idéia tão brilhante de transformar estes espaços ociosos em úteis estacionamentos.

Para aí, tem uma foto antiga da década de 50 que mostra que algo assim já foi tentado, por que será que voltaram atrás??

Vejam o Largo do Rossio em Lisboa a décadas atrás atulhado de carros.

Observamos que a idéia do nosso prefeito não é nem ao menos original, além de estúpida é décadas atrasada no tempo!!!

Notem que o nosso Largo Glênio Peres não é feio e não é ocioso, vejam estas fotos, mas para se transformar em estacionamento é uma grande utilidade, um enorme melhoramento urbano, vale muito a pena:

Alí ao lado existe a também disponível Praça Montevideo, onde o útil estacionamento poderá ser ampliado:

É uma pena que este espaço estava sendo reconhecido internacionalmente como um dos melhores espaços público do mundo por este projeto para os espaços públicos:

http://placemaking.pps.org/info/newsletter/august2005/great_places_2005

Agore temos de torcer para que o brilhante estacionamento seja reconhecido também como um dos melhores estacionamentos do mundo!!

Desculpem a ironia, mas é só assim que consigo me manifestar sobre este caso, sem perder a educação e a elegância.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

13 respostas para Largo do Estacionamento

  1. Que tal a Plaza Mayor em Madri, a reação ia ser bem legal. Será que o Secretario ia ser bem visto? Saúde. José Antonio Reimunde Martinez

  2. heltonbiker disse:

    É fundamental lembrar que, ao menos pelo que sugerem os fatos, concepção e a execução dessa idéia não estão vinculadas ao Prefeito, mas ao Secretário de Indústria e Comércio.

    Que, incidentalmente, é o Valter Nagelstein (contra quem pessoalmente, aliás, não tenho nada, aliás nem conheço, só de vista).

  3. Marcus Brito disse:

    E a lotação do Sr. Nagelstein na SMIC, por sua vez, é responsabilidade do prefeito. A ideia, portanto, está vinculada o prefeito sim, e talvez jogar esta responsabilidade (e o ônus da opinião pública) sobre seus obros seja a única forma de ver esta ideia de jerico descartada.

  4. artur elias disse:

    Gostei do “argumento urbanístico-visual”.

    Dispensa qualquer outra retórica, neste caso.

    Boa pesquisa de imagens, valeu.

  5. favoviscardi disse:

    hahaha ótimo Aires! De fato ficou horrível o largo como estacionamento, ainda mais agora com o chalé da praça XV e aqueles avanços de madeira fora do mercado o espaço é de lazer ao ar livre. Ano que vem “esses” vão embora e metemos pressão nos próximos pra que a coisa mude, se já não tiver mudado.

  6. Olavo Ludwig disse:

    Perfeito! Olha ai Prefeito!

  7. Felipe Koch disse:

    Olha que o Walter vai usar sua máquina do tempo, transportar todos vocês para os anos da Guerra Fria e acusar todo mundo de comunista!
    Ou ainda para a Idade Média e chamar todos de bruxa!
    Acho que é tudo inveja de seus belos olhos azuis, seu lindo cabelo engomado e sua barba bem feita, como seu próprio amigo Políbio Braga falou.
    Acho que vocês não tem qualificação para nenhum debate, pois não andam de carro!

    • airesbecker disse:

      É claro, com toda a razão, como que um bando de bicicleteros desqualificados pode ter mais noção de urbanismo e civilidade que uma secretário de alta classe, educação primorosa, culto e viajado!
      Um bando de desocupados e baderneiros!!

  8. Jeferson disse:

    Bom, gente. Vejam bem. Se não fizerem estacionamento, o público mais qualificado não terá como ir ao centro. Teremos somente comunistas e, pior, ciclistas, por lá. Vai ser uma ruim.

  9. Tulio disse:

    As diferenças estão sempre nas atitudes. A praça do Rossio, em Lisboa, abriga no seu subsolo um belo estacionamento… quem por lá circula nem percebe. Não acho que os comerciantes delá esteja insatisfeitos pelo fato de os seus cientes terem que subir de elevador para fazer compras.

    O nosso problema é, como sempre, a pequenez do pensamento político.

    abr

    • Olavo Ludwig disse:

      Concordo na parte da pequenez do pensamento político, só que da outra turma, e acrescento a pequenez do pensamento dessa turma individualista que pensa em uma minoria (sim, quem usa carro é uma minoria, e não é mais quem sustenta o país). O Mercado Público iria a falência se dependesse das compras das pessoas de carro. Isto é fácil verificar com uma pesquisa de consumo local.

  10. Aldo disse:

    Fantástico este teu post, Aires. Então a situação do nosso Largo é semelhante à do Largo do Rossio em Lisboa 50 anos atrás? Parece piada, mas é isso que os neobobos chamam de modernidade.

    Porto Alegre já ficou tristemente conhecida no mundo quando um carro “varreu” barbaramente ciclistas da Massa Crítica. Poucos meses depois, o governo municipal exulta a hegemonia do automóvel criando um estacionamento numa praça de pedestres. É simplesmente surreal a falta de visão política, para dizer o mínimo, da atual administração.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s