Protesto Contra a Soltura de Ricardo Neis 11/04 – 18h30

É com grande tristeza e medo que recebemos a notícia de que Ricardo Neis responderá por seus crimes em liberdade. Acreditamos que ao deixar ele livre, a justiça está colocando em jogo a segurança da população. Ter a habilitação suspensa não é nenhum impedimento para alguém que já foi denunciado por perseguir uma pessoa com uma machadinha deixar de dirigir e, principalmente, ameaçar a vida de outras pessoas com um veículo ou outros meios à sua disposição.

É por tudo isso que convocamos uma manifestação/marcha/parada para exigirmos que a justiça brasileira haja para garantir a segurança das cidadãs e cidadãos e a sua liberdade de ir e vir pela cidade usando qualquer veículo que seja.

Segunda-feira, 11 de abril, encontro no Largo Zumbi dos Palmares a partir das 18h. Início da marcha às 19h.

Tragam seus cartazes, faixas, sua indignação e, por que não, a sua alegria, para realizarmos mais uma manifestação pacífica e alegre, embora por um motivo tão medonho.


Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , . Guardar link permanente.

32 respostas para Protesto Contra a Soltura de Ricardo Neis 11/04 – 18h30

  1. Fred Carvalho disse:

    Sou praticante de handcycle, versão paraolímpica do ciclismo, sou um atleta amador, mas meu amor mesmo é pela bicicleta desde criança. Passei mais de 20 anos sem pedalar devido a deficiência, na maratona de Nova York ano passado conheci de perto a handbike, comprei uma e comecei a treinar.

    Treino das 06 às 08 em uma avenida que é fechada para a prática de atividade física, nesse momento “pedalo” sem receio de ser atropelado. Mas também estou utilizando a handbike como meio de transporte dividindo o espaço do asfalto com carros, motos, ônibus e caminhões. Por incrível que pareça os motoristas daqui de João Pessoa tem respeitado bastante, a convivência é boa.

    Também gosto de pedalar a noite, dividindo o espaço com os outros veículos. Adesivei bem a handbike com película refletiva, envolvi cada raio, um a um, deu um bom trabalho, mas quando as rodas giram o efeito é de um disco iluminado. Também uso farol e lanterna de led traseira, uso capacete e luva.

    Tenho um blog chamado Cidades Sobre Rodas -> http://www.fredcarvalho.blog.br aonde compartilho minhas experiências vividas a menos de 5 cm do asfalto. Postei também um vídeo do primeiro treinamento com a handbike http://youtu.be/MZsOfLU9iHo

  2. Sara disse:

    Isso aí, todo mundo lá!
    vamos divulgar

  3. Sara disse:

    e amanhã jardinária!

  4. Melissa Webster disse:

    Todo mundo lá!!!

  5. Carlos disse:

    Acredito que é pior ainda deixar o indíviduo que matou a tiros um cliente num posto de gasolina solto do que o Ricardo Neiss, pois ele não matou ninguém. Talvez se a mobilização que ele passou no meio tivesse sido avisada, até na mídia os motoristas não passariam por ali. Deu pra ver na tv que ele é uma pessoa desequilibrada sim, portanto seu lugar não é no meio de criminosos. Agora o do frentista do posto de gasolina sim, já que ele porta arma de fogo e atira sem motivo em cliente.

    • Naldinho disse:

      Não acho que o indivíduo que matou uma pessoa a tiros mais ou menos perigosa do que o Ricardo Neis (que, por sorte, não matou ninguém). A MC sempre é avisada, basta ver o nosso blog. O fato de não termos avisado a Brigada ou a EPTC não legitima a ação do Ricardo Neis. Mesmo porque bicicleta é um meio de transporte e os participantes não estavam travando a rua.
      Você diz que o indivíduo que atirou no cliente deve ficar no meio de criminosos por três motivos: 1) ele matou uma pessoa; 2) porte de arma de fogo; e 3)atira sem motivo. Parece-me que por razões semelhantes Ricardo Neis deve sim ser mantido entre criminosos: 1) embora não tenha matado ninguém, ao acelerar o carro contra as pessoas ele assumiu o risco de matar (como disse anteriormente, ele não matou por sorte); 2) o carro não foi criado para matar pessoas, mas dependendo do modo como é usado pode ser uma arma (foi o que aconteceu no dia do incidente); e 3) não me parece que pressa seja motivo suficiente para acelerar um carro contra pessoas.

      • Marcelo disse:

        O que ele quis dizer na verdade é que o Ricardo Neis não devia ficar preso porque é rico e que frentista não tem dinheiro e tem mais é que ficar preso.

        Infelizmente é assim no Brasil. Pé rapado que furta um celular, não tem habeas corpus, nem estagiário pra defendê-lo.

    • Cíntia disse:

      Ele não matou por sorte, muita sorte. Ainda bem que as pessoas foram arremessadas pra cima e usavam capacetes. Foi sorte que nenhuma tenha parado sob o carro. Tu ainda duvida que a intenção dele tenha sido matar? Acha que ele só queria machucar um pouco, ou ainda, que só queria passar?

      Quando uma pesssoa desequilibrada tentar matar alguem querido por ti tu vai mudar de ideia.

  6. Eneida disse:

    Ora, Carlos, Ricardo Neis não matou ninguém porque não conseguiu. O seu lugar é qualquer lugar que não solto, portando machadinhas e ciente da frouxidão da justiça e da impunidade.

  7. Pingback: Bicicletagem Jardinária |

  8. Sara disse:

    sempre vai ter muita gente que pensa diferente do pessoal da massa, até mesmo dentro da massa a galera diverge, mas seguinte:
    quem acha que ele tem que estar preso se mobilize, divulgue…
    vamos todos lá na 2a. Hoje fiz uns panfletos e distribuí na feirinha. Temos que movimentar o maior número de pessoas possível, pq tem muita gente que não sabe que ele tá solto.

    • Aires Becker disse:

      Acontece que a cadeia dele vai ser definida é pela pena na condenação.
      Então no fim o tempo de prisão não faz diferença se ele vai preso agora ou depois.
      Sendo que uma vez já tendo sido preso é quase certo que vai ser condenado no final.
      Nenhum juiz vai admitir ter prendido por engano, ele vai ser condenado sim e voltar para a cadeia.

  9. Eneida disse:

    Condenado? Ricardo Neis? funcionário do BC? Cumprir pena depois de transferido para Recife? Ele vai é pegar um belo avião, em primeira classe, rumo ao país que escolher viver. É muita ingenuidade achar que esse cara vai cumprir pena de prisão. Ele só vai aceitar condenação se forem cestas básicas!

    • Melissa disse:

      Eneida, todos aqui sabem que “Justiça” brasileira é muito fraca. Mas é mais vergonhoso ainda os cidadãos só saberem reclamar e ainda chamarem de ingênuo quem faz sua parte. É muito mais produtivo apoiar os poucos brasileiros que levantam a bunda da frente da TV pra reivindicar alguma coisa.

  10. Cíntia disse:

    Alguém que etentenda de legislação poderia me explicar quando é que a justiça decide que o réu deve ser mantido preso por oferecer risco a sociedade? O que prova que ele oferece risco? Todo réu primário espera o julgamento em liberdade?

    Serei muito grata a quem se dispor a me esclarecer essas questões!

  11. Cíntia disse:

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Habeas_corpus

    O que é a “justa causa”?
    Quando existe justa causa?
    Quando existe um motivo pra manter o réu primário preso?

    Queridão Pablo Weiss, sei que deves estar muito ocupado, mas se puderes me ajudar seria demais! Abraço!

  12. Edu disse:

    Toda a torcida nossa para a amanhã a vocês, desde CURITIBA

  13. Laura disse:

    Oi, sabem se tem algum artigo sobre isso em inglês (ou alguém que se disponha a traduzir)? Alguns contatos no exterior poderiam dar seu apoio à manifestação, mas não achei nada sobre a liberação dele.

  14. Fabiano disse:

    “O que ele quis dizer na verdade é que o Ricardo Neis não devia ficar preso porque é rico e que frentista não tem dinheiro e tem mais é que ficar preso.

    Infelizmente é assim no Brasil. Pé rapado que furta um celular, não tem habeas corpus, nem estagiário pra defendê-lo.”

    te fudê, que baita clichezão de comunista burguesinho….

  15. Marcelo Campos disse:

    Aires

    Não vejo a moderação agir, quando agridem quem tem grana. Como se fosse crime ter dinheiro.

  16. Beto Flach disse:

    Justiça brasileira fraca??? Não consigo concordar… afinal, na segunda-feira, dia 18/04/11 ouvi na Voz do Brasil (eu escuto!!!) que o Supremo (que lindo nome, né?) NEGOU HABEAS CORPUS!–> para um cidadão que roubou 6 (seis) barras de chocolate, no valor de +/- R$30,00 (trinta reais), mantendo a condenação de 1 ano e 3 meses de prisão!!! Viram só? Não dá pra dizer que Justiça seja fraca: ela É forte. Com quem é fraco… Infelizmente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s